Cartão de TODOS: Saúde para toda família por R$ 23,10

O Cartão de TODOS é um serviço extremamente útil para quem deseja ter a qualidade dos serviços privados por preços bem mais acessíveis. O Cartão oferece altos descontos em serviços diversos — saúde, educação e lazer — e é aceito em 10620 estabelecimentos. Além disso, o serviço está disponível em todos os estados brasileiros.

A ideia de iniciar o Cartão de TODOS surgiu em 1999, quando Altair Vilar, atual presidente da empresa, viajou para a Alemanha e se deparou com um sistema de saúde muito diferente do que conhecia no Brasil. Como resultado, hoje, a empresa atende mais de 1 milhão e meio de famílias e está em expansão por toda a América Latina.

Cartão de TODOS
Cartão de TODOS – Inúmeros descontos em mais de 10600 estabelecimentos

Saiba mais sobre outros direitos relacionados a educação, como o Programa Senai de Gratuidade, que fornece diversos cursos técnicos certificados e com custo zero.

De onde vem o Cartão de TODOS?

A primeira Clínica de TODOS — nome do programa até 2008 — foi inaugurada em 2001, no estado de Minas Gerais. Desde então, o programa tem atendido diversas famílias ao redor do país, em especial levando serviço de qualidade às classes C e D.

Ainda assim, o cartão não atende somente a essas classes, estando disponível para cidadãos com qualquer renda. Por causa da facilidade de adesão, do custo extremamente baixo das mensalidades e da variedade de locais onde se é possível utilizar o serviço, o programa tem se popularizado bastante nos últimos anos.

Desde que iniciou, o número de clientes vem aumentando significativamente, chegando até 8 milhões de pessoas no fim do ano de 2018.

Como funciona o Cartão de TODOS?

O Programa é uma iniciativa privada e utiliza capital advindo de inúmeras parcerias em todo o território nacional. Sendo assim, todos os estabelecimentos que aceitam o Cartão de TODOS também são estabelecimentos privados.

Um diferencial importante é que, diferentemente dos planos de saúde em atividade no mercado, a mensalidade do Cartão de TODOS não é nem individual, nem cumulativa. Em outras palavras, o pagamento do valor fixo mensal é referente a toda a família, independentemente da quantidade de membros, e custa apenas R$23,10.

Isso mesmo, a adesão ao programa não é por pessoa. Por isso, a única diferenciação individual ocorre quando se utiliza os serviços de saúde, como, consultas e exames. Nesse caso, os acréscimos passam a ser individuais e referentes aos procedimentos de cada membro da família naquele mês. A saber, os valores são R$20 por cada consulta clínica geral e R$28 por quaisquer outras especialidades.

Onde o Cartão de TODOS é aceito?

Com cerca de 10620 estabelecimentos adeptos pelo Brasil inteiro, a abrangência do programa é surpreendente, o que acrescenta pontos positivos à adesão, já que é certo que não faltará utilidade para o cartão.

O programa engloba serviços de saúde, de educação e de lazer, contando com diversos parceiros em cada estado. Por isso, listamos abaixo os tipos de estabelecimentos disponíveis referentes a cada uma dessas três áreas.

  • Saúde – Clínicas médicas, estéticas, em laboratórios, em farmácias, em academias, em óticas, em clínicas veterinárias e em pet shops.
  • Educação – Escolas, com universidades e com cursos de idiomas.
  • Lazer – Clubes, parques, pousadas e hotéis.

Para informar sobre os estabelecimentos específicos em cada cidade, a empresa disponibiliza, no site, uma lista de parceiros que pode ser filtrada de acordo com a especialidade e com a cidade informadas.

Como aderir ao Serviço?

É possível obter o Cartão de descontos se um funcionário da empresa for até a casa do possível cliente em uma das visitas porta-em-porta, pela Central de Vendas no 0800 723 8899 ou pelo site do Programa, que é bastante intuitivo.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 65

Cartão de TODOS: Saúde para toda família por R$ 23,10

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!