Mudanças no PIX são anunciadas; Veja o que vai mudar para você

Em recente anúncio do Banco Central os brasileiros puderam conhecer as mudanças no PIX que estão por vir. O BC deve modernizar ainda mais esse meio de pagamento que tem se popularizado entre os brasileiros. Uma das ações deve reduzir o dinheiro perdido em golpes.

Mudanças no PIX são anunciadas; Veja o que vai mudar para você  (Imagem: FDR)

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, anunciou algumas mudanças no PIX que vem começar em breve. Uma delas deve acontecer em parceria entre o BC, a Google Store e Apple Store. Outra medida foi pensada para trazer mais segurança para o meio de pagamento digital.

O Pix atualmente representa 30% das transações virtuais feitas no país. Com as recentes mudanças esse percentual deve aumentar ainda mais.

PIX por aproximação

Atualmente os cartões de crédito já realizam transações por aproximação. Nesse mecanismo não necessário inserir o cartão na maquineta, o que acaba acelerando o tempo de pagamento das compras.

Agora esse recurso também deve ser ofertado no PIX por aproximação. O mecanismo deve facilitar a vida dos consumidores e comerciantes, pois, a aprovação é bem mais rápida.

Segundo o presidente do Banco Central, a falta desse recurso acaba fazendo com que as pessoas prefiram usar cartão de crédito. Campos Neto afirmou que o BC tem trabalhado com as lojas de aplicativo para desenvolver um sistema que atenda à população.

Esse método ainda deve se deparar com alguns problemas já enfrentados pelo cartão por aproximação, como o grande prejuízo que ele pode causar aos consumidores.

Mudanças no PIX são anunciadas; Veja o que vai mudar para você  (Foto: Jeane de Oliveira/ FDR)

 

Mecanismo Especial de Devolução

Também chamado de MED, foi criado para facilitar a devolução de dinheiro para as vítimas de fraude. Esse sistema deve ser aperfeiçoado em breve, informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e o Banco Central.

No ano passado apenas 9% dos pedidos foram reembolsados, com a mudança esse percentual deve aumentar.

Só de janeiro a maio desse ano foram feitos 1,6 milhão de pedidos de reembolso. Enquanto em todo o ano de 2023 o BC recebeu 2,5 milhões de pedidos.

O MED possibilita que o dinheiro perdido em um golpe seja recuperado. Para isso o consumidor tem até 80 dias após a realização do PIX para fazer a reclamação diretamente ao banco responsável por sua conta.

Depois da notificação ser feita o saldo da conta de quem recebeu o dinheiro é bloqueado e entra em análise.

Se a frande for comprovada a vítima receberá o dinheiro de volta, mas essa devolução depende do saldo disponível na conta do golpista.

Por isso é sempre mais interessante fazer a notificação imediatamente, impedindo que o criminoso transfira o valor para uma nova conta.

Inclusive, a falta de saldo ou o encerramento da conta são os principais motivos que fazem com que o PIX enviado não seja devolvido à vítima.

O MED também é utilizado em caso de falha operacional, quando, por exemplo, um pagamento duplicado é registrado.

No vídeo abaixxo o colunista do FDR, Ariel França, explica quem precisa pagar a taxa de utilização do PIX:

Novas funções do PIX

Há alguns meses outras novidades que estavam em desenvolvimento foram anunciadas pelo BC. O PIX agendado e o PIX automático, mecanismos que devem facilitar a vida dos brasileiros.

Com eles o BC vai possibilitar que aquelas contas que são pagas todos os meses já fiquem programadas. Com isso a cobrança de juros poderia ser evitada, por exemplo.

Será possível agendar o pagamento de contas de água ou luz, mensalidades escolares. A expectativa é de que o agendamento possa ser feito para até 90 dias. lembrando que apenas a data pode ser agendada, o horário da cobrança não.

A especialista do FDR, Laura Alvarenga, explica melhor como vai funcionar o PIX Automático.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Já atuei como professora de língua portuguesa e corretora textual. A produção de texto sempre foi minha paixão, foi na redação do FDR que me encontrei como profissional, por isso me dedico ao meu trabalho e, em busca de oferecer o meu melhor na produção de conteúdo do FDR tenho realizado cursos como o de UX Writing para Transformação Digital, Comunicação Digital e Data Jornalismo: Conceitos Introdutórios e o curso de Produção de Conteúdos Digitais.