Auxílio-doenca entra na mira do governo Lula e pode ter mudanças em breve

Importantes benefícios pagos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), como o auxílio-doença, estão na mira do governo federal. Em busca de cortar gastos, a equipe econômica de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estuda alterar algumas das regras dos benefícios temporários. 

auxílio-doença
Auxílio-doenca entra na mira do governo Lula e pode ter mudanças em breve
(Foto: Jeane de Oliveira/FDR)

Os integrantes da equipe econômica do governo Lula estão sendo pressionados a achar soluções para cortar os gastos atuais, a ideia é dar mais espaço no orçamento público. Uma das sugestões levantadas é mudar as regras do auxílio-doença do INSS

O que pode mudar no auxílio-doença do INSS?

De acordo com as primeiras informações, trazidas pelo Globo, a ideia é mudar o valor de pagamento dos benefícios temporários do INSS. Hoje, nenhum auxíio previdenciário pode ser inferior ao salário mínimo do país. 

Além do auxílio-doença, outros benefícios como o auxílio-acidente que paga um tipo de indenização para quem se acidentou e foi prejudicado no trabalho. E o auxílio-reclusão pago aos dependentes do trabalhador que for preso, também poderiam ser alterados. 

Segundo as apurações da imprensa, os integrantes da equipe econômica devem apresentar para o presidente Lula a seguinte ideia:

As avaliações mostram que desvincular o valor das aposentadorias permanentes do piso salarial seria mais difícil. Por isso, o governo tentaria diminuir as despesas da Previdência alterando o valor dos benefícios temporários. 

Como é pago o auxílio-doença hoje?

Especificamente no caso do auxílio-doença, o pagamento não tem um número limite de parcelas. O cidadão pode conseguir a renovação do benefício até que esteja totalmente recuperado, conforme avaliação do perito do INSS. 

Além disso, para conseguir o benefício bastam 12 contribuições mensais consecutivas ao INSS. O valor do auxílio, chamado formalmente de Benefício por Incapacidade Temporária é de:

Eu explico exatamente como é feito o cálculo do benefício nesta matéria. 

Lila CunhaLila Cunha
Formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) desde 2018. Já atuou em jornal impresso. Trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional. Especialista na produção de matérias sobre direitos e benefícios sociais. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile