Governo do Rio PAGA essa semana R$ 750 para jovens de 16, 17, 28, 29, 20 e 21 anos selecionados em projeto

A prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JuvRio) se uniu ao Museu de Arte do Rio (MAR) em um projeto que vai oferecer bolsa de R$ 750 para os jovens. Podem participar os cariocas de até 21 anos de idade

dinheiro
Governo do Rio PAGA essa semana R$ 750 para jovens de 16, 17, 28, 29, 20 e 21 anos selecionados em projeto (Foto: Jeane de Oliveira/FDR)

O projeto desevolvido pelo MAR auxilia na formação de jovens da rede pública de ensino e de regiões periféricas da cidade na produção de arte e cultura. Dessa vez, as vagas nos cursos de formação com bolsa de R$ 750 foram voltadas aos moradores de uma única região. 

Quem vai receber bolsa de R$ 750 do governo do Rio?

Neste projeto de formação dos jovens de baixa renda, foram disponibilizadas 10 vagas. Sendo que 5 vagas foram direcionadas exclusivamente para jovens do Pacto pela Juventude, projeto da JUVRio em parceria com a Unesco.

O governo municipal do Rio de Janeiro selecionou os moradores de uma única região, os critérios para participar incluiram:

  • Morar em Guaratiba, Barra de Guaratiba e Pedra de Guaratiba;
  • Ter entre 16 e 21 anos de idade;
  • Ser jovem de baixa renda. 

A região de Guaratiba foi escolhida porque possui 22,54% da população vivendo em favelas não urbanizadas, em contraste com a média da cidade, que é de 14%, segundo dados do Índice de Progresso Social do Instituto Pereira Passos.

Cursos oferecidos pelo projeto Percursos Formativos

Os cursos oferecidos na parceria do MAR com a JuvRio são voltados para a arte e cultura. São diversas áreas que estruturam os museus e suas competências, como:

  • curadoria;
  • museologia;
  • educação;
  • comunicação;
  • produção cultural;
  • eventos;
  • administração. 

Cada jovem selecionado vai receber R$ 750 como incentivo durante o período de formação no curso que é gratuito. 

“O mercado da economia criativa precisa ser acessado pela juventude, mas isso só vai acontecer se oferecermos uma qualificação adequada. O Rio de Janeiro é pioneiro em atividades culturais de impacto internacional. Nada mais justo que os nossos jovens estejam preparados e capacitados para fazer carreira em uma das áreas mais promissoras do país”, disse a Secretária da Juventude Carioca, Gabriella Rodrigues. 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com