Definido o NOVO salário para trabalhadores e valor chega em R$ 2.512

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) irá realizar contratações com remunerações atrativas, que podem chegar a R$ 2.512, oferecendo uma chance imperdível para quem busca uma colocação no mercado de trabalho.

Definido o NOVO salário para trabalhadores e valor chega em R$ 2.512. (Imagem: FDR)

Com esse anúncio, o IBGE lançou um edital com vagas temporárias, oferecendo salários competitivos que chegam a R$ 2.512,38. As oportunidades estão distribuídas em cinco estados, contemplando um total de 28 vagas para o cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento (APM).

A especialista Lila Cunha, colaboradora do FDR, comenta mais sobre o IBGE, confira.

Vagas e remuneração

Os selecionados para o cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento (APM) receberão um salário base de R$ 1.512,38, com o acréscimo do auxílio-alimentação no valor de R$ 1.000, totalizando uma remuneração mensal de R$ 2.512,38. Os contratos serão inicialmente de um ano, com possibilidade de prorrogação por até três anos, oferecendo uma boa estabilidade para os profissionais contratados.

Os agentes contratados pelo IBGE terão a responsabilidade de realizar visitas a residências e estabelecimentos comerciais, coletando dados essenciais para as pesquisas e mapeamentos realizados pelo Instituto. Esse trabalho é fundamental para a produção de estatísticas que orientam políticas públicas e decisões estratégicas em diversas áreas.

Cidades com vagas do IBGE

Centro-Oeste

Sudeste

Sul

Norte

Como se candidatar?

Para se candidatar a uma das vagas, os interessados devem acompanhar o edital publicado no site oficial do IBGE. O processo seletivo inclui etapas de inscrição, análise de currículo e, possivelmente, uma entrevista ou prova específica para avaliar a aptidão dos candidatos para o cargo.

 

Yasmin NascimentoYasmin Nascimento
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), com MBA em Digital Strategy também pela Unicap. Com sólida experiência em redação e gestão de redes sociais, a carreira de jornalista começou na redação do Diario de Pernambuco, indo desde estagiária até editora assistente, contribuindo com o conteúdo factual, as redes sociais do jornal e SEO. Além disso, também tem experiência como social media em agências, trabalhando com uma variedade de segmentos e marcas.
Sair da versão mobile