Qual a diferença entre auxílio-doença e aposentadoria por invalidez? Entenda para solicitar corretamente

Benefícios concedidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez são liberados para os trabalhadores que ficam impossibilitados de realizar suas funções. No entanto, apesar de serem semelhantes, os benefícios são diferentes e atendem públicos específicos.

Qual a diferença entre auxílio-doença e aposentadoria por invalidez? Entenda para solicitar corretamente. (Imagem: FDR)

Ambos os benefícios só são liberados por motivos de saúde. Ou seja, o trabalhador precisa comprovar que possui algum impedimento físico ou mental que o impossibilita de realizar seu trabalho de forma adequada. Porém, cada benefício é direcionado para um tipo de solicitação.

De acordo com a especialista do FDR, Laura Alvarenga, é essencial que o trabalhador saiba qual pedido se encaixa no seu caso antes de realizar a solicitação. Isso porque, caso realize o pedido na modalidade errada, ele poderá ter o benefício negado pelo INSS.

Entenda a diferença entre auxílio-doença e aposentadoria por invalidez:

  • O auxílio-doença é pago para os trabalhadores que estão impedidos de trabalhar de forma temporária;
  • Esse impedimento precisa ser por motivo de saúde e deve ser comprovado com a apresentação de laudos ou atestados;
  • O trabalhador também poderá ter que passar por uma perícia médica para comprovar a situação de saúde;
  • No entanto, em alguns casos ela é liberada possibilitando que a solicitação seja aberta apenas com a apresentação de um atestado;
  • Também é essencial que ele já tenha contribuído com a previdência para que possa abrir o pedido;
  • Para doenças causadas pelo ambiente de trabalho, não é exigido nenhum período de carência para a liberação;
  • Já na aposentadoria por invalidez, o dano causado à saúde do trabalhador é permanente;
  • Dessa forma, se entende que ele não terá condições de retornar ao trabalho; 
  • Nesse caso, a perícia médica é obrigatória e não pode ser substituída por um atestado;
  • Em algumas situação, como quando o trabalhador é acometido por doenças graves, o tempo de carência também pode ser dispensado;
  • Essa liberação também acontece quando a motivação da incapacidade foi adquirida durante um acidente de trabalho. 

Confira outros detalhes sobre os benefícios liberados pelo INSS neste link.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Danielle SantanaDanielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.