Pé de Meia paga R$ 200 para todos com NIS Final 0, 1, 2, 3, 4, 5 até 9; veja calendário

Começou na última segunda-feira, 27, os pagamentos do Pé de meia. Neste mês mais de 2 milhões de pessoas com NIS final de 0 a 9 recebem o benefício. Segundo o governo a poupança do ensino médio é um programa de permanência na escola. Veja quando você vai poder sacar.

Pé de Meia paga R$ 200 para todos com NIS Final 0, 1, 2, 3, 4, 5 até 9; veja calendário  (Imagem: FDR)

Começou o pagamento de mais uma parcela do Pé-de-meia, a chamada poupança do ensino médio. Desde março os estudantes recebem mensalmente R$ 200. Ao final do ano ainda poderão sacar mais R$ 1 mil, caso tenham sido aprovados. Além disso, quem fizer o Enem 2024 terá o adicional de R$ 200.

Em maio é necessário ter uma frequência mínima de 80% para receber o benefício. Caso o estudante não cumpra com esse requisito ele poderá ter o pagamento suspenso.

Requisitos para receber o Pé-de-meia

  • Ter entre 14 e 24 anos; 
  • Possuir CPF regular; 
  • Estar regularmente matriculado no ensino médio público;
  • Ter frequência nas aulas de no mínimo 80% no mês; 
  • Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e beneficiário do Bolsa Família (até janeiro de 2024). 

Apenas quem é beneficiário do Bolsa Família pode receber os depósitos, mas existe a previsão de que o Pé-de-meia seja ampliado para todos os inscritos no Cadastro Único.

Cartão do Pé-de-meia

  • Ao ser aprovado para o benefício a Caixa Econômica abre uma conta poupança social digital em nome do estudante.
  • A partir disso, segundo o banco, é possível receber um cartão que pode ser usado para saques e compras no débito.
  • É com esse cartão que o próprio estudante, maior de 18 anos, ou menor com aprovação dos pais, poderá fazer as movimentações.

Para saber mais sobre o cartão da poupança estudantil, clique aqui.

Consulta ao Pé-de-meia

  • Os estudantes devem baixar o aplicativo Jornada do Estudante (disponível para Android e iOS) e fazer o acesso usando o CPF.
  • Caso não apareça a confirmação de que o estudante é beneficiário, é sinal de que ele não atende a algum dos requisitos citados acima. Ou ainda que seus dados ainda não estão cadastrados no sistema.

Segundo a especialista do FDR, Lila Cunha, os estudantes podem receber outro benefício, saiba mais.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.