Todos os NIS ficam atentos sobre pagamento maior que R$ 739,90 com EXTRA no Bolsa Família

O programa Bolsa Família, que tem o objetivo de auxiliar financeiramente famílias de baixa renda, realiza pagamentos mensais de R$ 600 aos seus beneficiários. Porém, esse valor pode ser aumentado em situações específicas através de pagamentos adicionais.

Todos os NIS ficam atentos sobre pagamento maior que R$ 739,90
com EXTRA no Bolsa Família. (Imagem: Jeane de Oliveira/ FDR)

Uma nova medida extraordinária está sendo implementada pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome) para apoiar um grupo específico de beneficiários. De acordo com especialistas, prioritariamente, esses recursos adicionais serão destinados às famílias beneficiárias do Bolsa Família que residem no Rio Grande do Sul. Com isso, o pagamento poderá ser maior que R$ 739,90.

A especialista Lila Cunha, colaboradora do FDR, comenta mais sobre o Bolsa Família, confira.

Extra do Bolsa Família

Com as fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul, o Governo Federal vem fazendo pagamentos e antecipação de diversos benefícios como o saque calamidade do FGTS, parcelas do abono salarial e do seguro-desemprego. 

E uma das principais foi a antecipação do valor de maio do Bolsa Família para estas famílias, sendo pago no dia 17 para todos os NIS dos beneficiários afetados no estado.

Além disso, outras famílias em todo o Brasil também podem ser elegíveis para benefícios extras, desde que atendam aos critérios estabelecidos pelo Governo Federal. Esses pagamentos suplementares são oferecidos através de programas adicionais para aqueles devidamente registrados no Cadastro Único (CadÚnico).

Benefícios do Bolsa família

Entre eles, estão o BPI (Benefício Primeira Infância), com um valor de R$ 150 para famílias com crianças até 6 anos, e o BVF (Benefício Variável Familiar), no valor de R$ 50 para famílias com crianças de 7 a adolescentes de 18 anos, gestantes e nutrizes. Confira outros benefícios:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por membro da unidade familiar;
  • Benefício Complementar (BCO): Valor adicional para famílias que a soma dos benefícios não chegue a R$ 600;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Suplemento de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade (nutriz);
  • Benefício Extraordinário de Transição (BET): Concedido até maio de 2025 para garantir que nenhum beneficiário receba quantia inferior ao que era pago durante o Auxílio Brasil, programa do governo anterior.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Yasmin NascimentoYasmin Nascimento
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com MBA em Digital Strategy, também pela Unicap. Com experiência em redação e redes sociais.