Decisão histórica! FGTS poderá ser liberado em até 48h na conta para lista de CPFs

Com as fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul, o Governo Federal passou a liberar o saque calamidade do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para os trabalhadores que realizarem a solicitação. Com isso, a Justiça Federal atendeu a uma solicitação da DPU e do MPF para que a Caixa Econômica passe a liberar o FGTS em até 48 horas após a solicitação.

Decisão histórica! FGTS poderá ser liberado em até 48h na
conta para lista de CPFs. (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Com essa medida, as análises dos pedidos de liberação do FGTS, que eram feitos em até 5 dias úteis, serão antecipados para 48h neste momento de tanta necessidade para as famílias que necessitam do valor do saque com urgência. Vale lembrar que o valor pode chegar até R$ 6.220.

A especialista Lila Cunha, colaboradora do FDR, comenta mais sobre o FGTS, confira.

Saque calamidade do FGTS

O saque calamidade do FGTS poderá ser realizado pelo trabalhador que tiver saldo na conta do FGTS e não tenha realizado nenhum outro saque pelo mesmo motivo no período de 12 meses. 

O valor máximo de retirada do benefício é de R$ 6.220 e só poderão realizar o saque desses valores aquelas pessoas que moram nos endereços afetados. Estes valores do FGTS já podem ser sacados pelos trabalhadores através do aplicativo da Caixa Tem. Assim, os moradores têm até 90 dias para solicitar o saque calamidade, a partir da data de inclusão do município na lista. 

Cidades do Rio Grande do Sul com saque calamidade do FGTS liberado

  • Alpestre;
  • Canoas;
  • Colinas;
  • Cruz Alta;
  • Eldorado Do Sul;
  • Gravataí;
  • Nonoai;
  • Novo Hamburgo;
  • Roque Gonzales;
  • Santa Maria;
  • Santo Ângelo;
  • São Leopoldo;
  • São Nicolau;
  • Tabaí;
  • Tenente Portela; 
  • Venâncio Aires.

O que é o saque calamidade?

O saque calamidade é uma medida excepcional tomada pelo governo em situações de emergência ou calamidade pública, geralmente relacionada a desastres naturais, pandemias ou outras crises que afetam a população daquele local. Com isso, neste benefício vinculado ao FGTS, o trabalhador tem direito a sacar saldo da conta do FGTS por necessidade.

O valor só é liberado quando a situação de calamidade pública ou de emergência é decretada pelo governo daquele local.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Yasmin NascimentoYasmin Nascimento
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com MBA em Digital Strategy, também pela Unicap. Com experiência em redação e redes sociais.