Lula anuncia NOVO programa de auxílio de R$ 5 mil por família

Plano de criação de um programa de auxílio de R$ 5 mil está em fase de finalização pelo Ministério da Fazenda. A expectativa é de que 100 mil famílias sejam beneficiadas pela ação. Valor deve ajudar na recompra de itens básicos.

Lula anuncia NOVO programa de auxílio de R$ 5 mil por família (Foto:  Jeane de Oliveira/ FDR)

O Ministério da Fazenda se prepara para a liberação de um programa de auxílio de R$ 5 mil por família. O valor deve ser disponibilizado em poucos dias e poderá beneficiar 100 mil famílias. A medida deve ser apresentada ao presidente Lula, que irá aprovar ou não a ação.

Novo programa de auxílio de R$ 5 mil

  • O número real de famílias beneficiadas ainda não foi divulgado, os 100 mil previsto são de fato apenas uma previsão.
  • Os R$ 5 mil serão liberados em parcela única para todos os beneficiários.
  • A previsão do governo é de que o recurso seja usado para a compra de material de construção, eletrodomésticos ou móveis.
  • Sendo que não haverá restrições para o consumo, ou seja, cada família vai definir quais as suas necessidades mais urgentes.
  • Essa é mais uma das ações anunciadas pelo governo federal para ajudar as pessoas afetadas pelas chuvas e enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul.
  • Se mantido o número inicial de 100 mil famílias beneficiadas, o pagamento resultará em um investimento total de R$ 500 milhões.

Empréstimos no Rio Grande do Sul

  • Inicialmente o governo estudava a liberação de empréstimo para os gaúchos com juros mais baixos e até mesmo taxa zero de juros.
  • No entanto, é provável que os bancos pedissem uma comprovação de que o valor seria pago pelos cidadãos.
  • Isso dificultaria o acesso ao crédito, afinal, quem perdeu tudo precisará de um tempo para se recuperar financeiramente.
  • Além disso, não é interessante que essa população que já vem sofrendo “recomece” a vida já com uma dívida a ser paga.
  • Para que o governo dessa essa garantia aos bancos seria necessário um investimento que ultrapassaria os R$ 1,5 bilhão.
  • Após toda essa análise o governo federal percebeu que seria mais barato fazer a destinação direta dos recursos aos cidadãos.

Outra ação do governo federal no estado é a antecipação dos pagamentos do INSS. A especialista do FDR, Lila Cunha, explica sobre o assunto, confira.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.