Declaração do imposto de renda 2024: Receita Federal prorroga prazo de entrega; veja lista dos beneficiários

Prazo para entrega declaração do Imposto de Renda 2024 será prorrogado para alguns contribuintes. Até a última semana a Receita Federal já havia recebido mais de 20 milhões de declarações. Mas, a previsão é de que 43 milhões sejam entreguem até o último dia de recebimento.

Declaração do imposto de renda 2024: Receita Federal prorroga prazo de entrega; veja lista dos beneficiários (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Oficialmente o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024 será encerrado no próximo dia 31 de maio. Mas, para alguns contribuintes a data será estendida. Essa ação deve ajudar os cidadãos que estão enfrentando sérios problemas e terão dificuldades em fazerem a entrega.

Por outro lado, a prorrogação não muda os grupos que são obrigados a entregarem a declaração.

Quem deve entregar a declaração do Imposto de Renda 2024?

Novo prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024

Na última segunda-feira, 06, a Receita Federal publicou a Portaria RFB Nº 415 de 06 de maio de 2024, que aumenta o prazo para entrega da declaração. O aumento do prazo é válido apenas para os contribuintes que residem nas cidades afetadas pelas fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul.

Com isso, esses cidadãos terão até o último dia útil do terceiro mês subsequente ao encerramento do prazo. Ou seja, os tributos federais com vencimento em abril, serão prorrogados para julho; com vencimento em maio, serão prorrogados para agosto; e com vencimento em junho terão prorrogação para setembro.

A Receita também suspendeu os prazos para a prática de atos processuais relacionados à processos administrativos de interesse de contribuintes que residem nesses municípios.

A lista dos municípios afetados está disponível para consulta aqui.

Declaração do imposto de renda 2024: Receita Federal prorroga prazo de entrega; veja lista dos beneficiários (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Parceria entre Receita Federal e Correios

A parceria anunciada nesta semana vai realizar a coleta e distribuição de 50 toneladas de calçados e roupas. Os itens serão destinados às vítimas residentes nas cidades listadas acima.

“Nos próximos dias, dezenas de toneladas de roupas, cobertores e outras mercadorias apreendidas pela Receita Federal chegarão ao Rio Grande do Sul e serão distribuídas com o apoio de caminhões e helicópteros. Meus sentimentos às famílias das vítimas”, postou o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na rede social X.

O envio será feito de forma gratuita e deve sair de São Paulo com destino à Porto Alegre.

Os Correios também estão agindo em parceria com o Ministério das Comunicações realizando coleta de doações em diversos estados nas agencias do: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia, Pernambuco, São Paulo, Paraná, algumas do Rio Grande do Sul e do Distrito Federal.

“Não iremos poupar esforços para cumprir com a orientação do presidente Lula de colocar a nossa estrutura à disposição do Rio Grande do Sul, nesse momento tão difícil. Por isso, demos início à campanha de arrecadação nos estados próximos e agora estamos expandindo para outras localidades para que mais pessoas possam colaborar e ajudar nessa corrente solidária”, afirmou o presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos.

São mais de 2 mil agências recebendo doações, para contribuir, basta procurar uma unidade dos Correios mais próxima e buscar por informações.

O governo criou um canal oficial para recebimento das doações, a especialista do FDR, Lila Cunha, explica melhor, confira.

 

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.
Sair da versão mobile