Beneficiários do BPC são surpreendidos com AUMENTO de R$ 250 e governo se pronuncia

O BPC (Benefício de Prestação Continuada) é uma assistência financeira fornecida pelo governo a pessoas de baixa renda que são idosas ou possuem deficiência, servindo como um suporte financeiro para garantir as condições mínimas de vida digna.

Beneficiários do BPC são surpreendidos com AUMENTO de
R$ 250 e governo se pronuncia. (Imagem: FDR)

O valor pago pelo BPC corresponde a um salário mínimo e é depositado mensalmente, porém, os beneficiários poderão receber um aumento de R$ 250.

A especialista Laura Alvarenga, colaboradora do FDR, comenta mais sobre o BPC, confira.

Perspectiva de aumento no BPC

A inclusão de mais R$ 250 no valor mensal do BPC tem o potencial de gerar impacto na vida dos beneficiários, oferecendo uma maior tranquilidade financeira para lidar com despesas cruciais, tais como saúde e alimentação. Entre os principais benefícios desse aumento estão:

Como solicitar o BPC?

Para solicitar o BPC é necessário estar incluso em um desses tipos de requisitos: ter uma idade mínima de 65 anos; ou uma renda familiar inferior a 1/4 do salário mínimo. Atendendo a esses critérios, será possível realizar a solicitação do benefício através do site ou aplicativo ‘Meu INSS’.

Para isso, basta acessar um dois formatos, clicar em ‘Novo pedido’, procurar por ‘Benefício assistencial’ e seguir as instruções.

Após solicitar o BPC, a pessoa pode consultar o benefício através do aplicativo ‘Meu INSS’. Basta fazer o login e clicar em ‘Meus benefícios’. Através do aplicativo ainda é possível acompanhar o progresso das solicitações; agendar avaliações médicas e enviar e receber documentos.

Também é possível fazer a consulta do benefício por telefone com uma ligação gratuita para a Central 135 ou pelo site da previdência, basta informar a numeração do CPF.

Yasmin NascimentoYasmin Nascimento
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com MBA em Digital Strategy, também pela Unicap. Com experiência em redação e redes sociais.
Sair da versão mobile