Suspensão da CNH para idosos +60 ganha novas regras; entenda

A nova legislação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) trouxe mudanças que impactam principalmente os brasileiros +60. Uma das alterações diz respeito à suspensão da CNH para idosos, especialmente aqueles com mais de 70 anos, caso não sigam as regras atualizadas implementadas desde 2021.

Suspensão da CNH para idosos +60 ganha novas regras; entenda. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

Essas mudanças exigem que os motoristas mais velhos estejam atentos às exigências acerca da suspensão da CNH para idosos, bem como ao comportamento no trânsito. O não cumprimento das novas regras pode levar à suspensão da carteira de motorista e à necessidade de cumprir um período de reabilitação para retomar o direito de dirigir.

A legislação que trata da renovação da CNH passou por mudanças em 2021, afetando especialmente os motoristas mais velhos. De acordo com a nova lei, pessoas com mais de 50 anos devem renovar sua Carteira Nacional de Habilitação em intervalos mais curtos. Para os motoristas acima de 70 anos, a frequência de renovação é ainda maior.

Essa mudança tem como objetivo garantir a segurança no trânsito, ao exigir que motoristas mais velhos sejam avaliados com maior regularidade. O processo de renovação inclui exames médicos e de aptidão para dirigir, ajudando a identificar possíveis limitações que possam comprometer a segurança na direção.

Abaixo você confere os novos prazos que evitam a suspensão da carteira de motorista, além de ficar por dentro do passo a passo da renovação da CNH. Já neste link, eu te apresento detalhes sobre as mudanças em outro importante documento para brasileiros de todas as idades. Acompanhe!

Novos prazos da CNH para idosos 

As regras da CNH exigem renovações mais frequentes para motoristas mais velhos, com o intuito de acompanhar de perto a saúde desses condutores. O motivo para esse ajuste é garantir que condições médicas que possam impactar a capacidade de dirigir, como problemas de visão ou reflexos mais lentos, sejam detectadas e tratadas a tempo.

Com essa medida, o sistema busca reduzir riscos no trânsito, exigindo avaliações periódicas que confirmem a aptidão para condução. Assim, a segurança no trânsito é fortalecida ao longo do tempo. Observe os prazos:

  • Até 49 anos: Renovação a cada 10 anos;

  • Entre 50 e 69 anos: Renovação a cada 5 anos;

  • Mais de 70 anos: Renovação a cada 3 anos;

  • CNH Provisória: Validade de 1 ano.

Para evitar problemas com a CNH vencida, é importante iniciar a renovação antes do prazo final. Para isso, o motorista precisa agendar uma visita ao DETRAN para realizar os exames médicos e, no caso das categorias C, D ou E, também um teste toxicológico.

Depois de passar pelos exames e pagar as taxas necessárias, a CNH renovada pode ser retirada no local ou entregue em casa pelos Correios. Seguir essas regras da carteira de motorista ajuda a manter sua licença em dia e garante que você possa continuar dirigindo sem complicações.

Passo a passo da renovação da CNH para idosos

O processo de renovação da CNH para idosos é relativamente simples, mas envolve algumas etapas importantes:

  • Acesse o site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de seu estado;

  • Faça login usando seu CPF ou CNPJ e senha;

  • Confirme seus dados pessoais e siga as instruções para solicitar a renovação da CNH.

É importante notar que a renovação da CNH pode exigir exames médicos, e em alguns casos, exames toxicológicos. A avaliação médica deve ser agendada no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e a taxa é paga diretamente ao médico responsável pelo exame.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.