Unificação do Bolsa Família altera a ordem de pagamentos deste mês

Com a unificação de pagamentos dos programas Bolsa Família e Auxílio Gás, a ordem de pagamentos de abril foi alterada. A quebra do calendário reforçará o apoio às famílias que vivem em municípios em situação de emergência ou estado de calamidade reconhecido

Unificação do Bolsa Família altera a ordem de pagamentos deste mês
Imagem: FDR

Apenas neste mês, não será necessário que as famílias beneficiadas com os programas sigam com o calendário de acordo com o Número de Identificação Social (NIS). O auxílio financeiro já está disponível. 

Os valores do benefício poderão ser antecipados devido a situações de emergência, como chuvas ou calamidade pública. A medida proporcionará aos beneficiários uma fonte extra de renda para enfrentar despesas e demandas originadas pelas chuvas.

Quem recebe o Bolsa Família antecipadamente?

A alteração do pagamento do Bolsa Família será aplicada apenas para famílias cidades de estados que tiveram algum tipo de emergência decretado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Mais de 1 milhão de famílias já estão sendo beneficiadas com a liberação do pagamento em 178 municípios de nove estados brasileiros: 

  • Paraná (19 municípios);

  • Rio Grande do Sul (21 municípios);

  • Espírito Santo (13 municípios);

  • Acre (19 municípios)

  • Roraima (9 municípios)

  • Bahia (39 municípios)

  • Rio de Janeiro (14 municípios);

  • Rio Grande do Norte (41 municípios);

  • Amazonas (três municípios)

A lista ainda está sendo divulgada pelo Governo Federal. Lembre-se: o depósito é feito na conta poupança social do Caixa Tem.

Qual o valor do Bolsa Família em abril?

Além do valor fixo de R$ 600, os beneficiários do Bolsa Família receberão o benefício do Vale Gás de R$ 102 e outros auxílios extras. Confira os benefícios:

  • Renda Cidadania: pago para todos os membros da família no valor de R$ 142 por pessoa;

  • Adicional para famílias com crianças até 6 anos: R$ 150

  • Adicional para famílias com crianças de 7 a 11 anos e adolescentes de 12 a 18 anos;

  • Adicional para gestantes: R$ 50.

A colaboradora do FDR e especialistaLaura Alvarenga explicou como solicitar o valor máximo do Bolsa Família. Confira aqui

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Marina Costa Silveira
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). Com experiência em redação, redes sociais e marketing digital. Atualmente, cursando o MBA em Marketing, Branding e Growth pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).