13º salário dos idosos: veja quem pode fazer o saque por você

A antecipação do 13º salário dos idosos é um evento anual aguardado com expectativa pelos beneficiários, oferecendo um alívio financeiro crucial. Essa prática visa auxiliar na gestão do orçamento, especialmente em períodos com despesas extras, proporcionando uma fonte adicional de renda.

13º salário dos idosos: veja quem pode fazer o saque por você. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

Para os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a antecipação do 13º salário dos idosos é mais do que um benefício financeiro; é uma garantia de segurança econômica. Essa prática não apenas equilibra as finanças pessoais, mas também alimenta a atividade econômica, beneficiando tanto os beneficiários quanto o mercado em geral.

Normalmente, o saque do 13º salário dos idosos é direcionado a aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios previdenciários. A antecipação do abono natalino, no entanto, fica restrita a alguns grupos. Continue acompanhando para saber quais são. 

Ainda que o direito ao 13º salário dos idosos seja explícito, surgem algumas dúvidas quanto à possibilidade de terceiros, como os familiares, realizarem o saque do auxílio no lugar dos beneficiários.

O saque do 13º salário dos idosos geralmente é direcionado ao próprio beneficiário, ou seja, ao aposentado ou pensionista. No entanto, em casos específicos e mediante autorização legal ou procuração, um familiar pode ser designado para realizar o saque em nome do beneficiário. 

É importante verificar com o INSS ou com um advogado especializado em direito previdenciário para entender os procedimentos e requisitos específicos para esse tipo de situação. Abaixo você fica por dentro de todas as regras de saque do 13º salário dos idosos. Já neste link, eu te explico sobre outro abono que pode ser liberado para este público. Confira!

Quem tem direito ao 13º salário dos idosos do INSS?

O 13º salário do INSS é direcionado a aposentados, pensionistas e demais segurados que receberam algum tipo de benefício previdenciário. A exceção fica por conta dos cidadãos contemplados pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Renda Mensal Vitalícia (RMV).

Em 2023, tiveram direito ao 13º salário os segurados e dependentes da Previdência Social que receberam:

  • Auxílio por incapacidade temporária;

  • Auxílio-acidente;

  • Aposentadoria;

  • Pensão por morte;

  • Auxílio-reclusão.

Qual grupo não será contemplado pelo 13º salário dos idosos do INSS?

A lista de segurados do INSS que não recebem o 13º salário inclui os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada, como informado pela autarquia. O BPC, embora seja administrado pelo instituto, está ligado à Assistência Social, não à Previdência Social, e possui regras distintas dos benefícios previdenciários.

Diferentemente dos benefícios previdenciários, o BPC não requer contribuições ao INSS para ser concedido, o que justifica a exclusão do recebimento do 13º salário para seus beneficiários.

A mesma premissa é válida para a Renda Mensal Vitalícia (RMV). Entretanto, há Projetos de Lei em discussão que buscam possibilitar o pagamento do 13º salário do INSS aos beneficiários do BPC.

Formato de pagamento do 13º salário dos idosos do INSS

  • O 13º salário será pago sempre em duas parcelas;

  • A primeira parcela será em agosto e a segunda em novembro;

  • Na primeira parcela serão pagos 50% do valor do benefício e na segunda o restante.

  • Datas de pagamento com base nas informações do Decreto 10.410, assim como pelo calendário de pagamentos do benefício mensal de 2023 já ter sido divulgado, já é possível identificar as datas de pagamento do 13º salário em 2023.

Cálculo do 13º salário dos idosos do INSS 

Para calcular o 13º salário do INSS de alguém que trabalhou nove meses com um salário de R$ 3 mil, é necessário determinar o salário mensal, dividindo o salário anual por 12 meses. Observe o cálculo:

  • Salário mensal = Salário anual / 12 = R$ 3.000 / 12 = R$ 250;

  • Portanto, o salário mensal é de R$ 250;

  • Em seguida, multiplica-se esse valor pelo número de meses trabalhados, que é 9:

  • 13º salário = Salário mensal x Meses trabalhados = R$ 250 * 9 = R$ 2.250;

  • Assim, corrigindo o cálculo, podemos afirmar que a pessoa receberá R$ 2.250,00 de 13º salário por ter trabalhado 9 meses no ano.

Consulta de pagamento do 13º salário dos idosos do INSS

Para acompanhar o pagamento, os beneficiários podem ligar para o número 135 do INSS ou acessar o site Meu INSS. Nessas plataformas, eles podem verificar todas as informações de pagamento e pendências de forma simples e direta.

Como em todos os anos, é essencial que todos os beneficiários estejam atentos às datas e instruções para o saque da primeira e segunda parcela do décimo terceiro.

Calendário do 13º salário dos idosos do INSS 

Para quem ganha um salário mínimo

  • Final 1 – pagamentos em 24/4 e 24/5;

  • Final 2 – pagamentos em 25/4 e 27/5;

  • Final 3 – pagamentos em 26/4 e 28/5;

  • Final 4 – pagamentos em 29/4 e 29/5;

  • Final 5 – pagamentos em 30/4 e 31/5;

  • Final 6 – pagamentos em 2/5 e 3/6;

  • Final 7 – pagamentos em 3/5 e 4/6;

  • Final 8 – pagamentos em 6/5 e 5/6;

  • Final 9 – pagamentos em 7/5 e 6/6;

  • Final 0 – pagamentos em 8/5 e 7/6.

Para quem recebe acima de 1 salário mínimo:

  • Final 1 e 6 – pagamentos em 2/5 e 3/6;

  • Final 2 e 7 – pagamentos em 3/5 e 4/6;

  • Final 3 e 8 – pagamentos em 6/5 e 5/6;

  • Final 4 e 9 – pagamentos em 7/5 e 6/6;

  • Final 5 e 0 – pagamentos em 8/5 e 7/6.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.