Benefícios além do auxílio de R$ 540: Conheça o programa Bolsa do Povo em SP

O Bolsa do Povo é um programa que foi criado pelo governo do estado de São Paulo na época da pandemia de Covid-19. Naquele momento foi preciso criar um tipo de acesso das famílias vulneráveis aos benefícios financeiros e sociais. O prograna se manteve mesmo após o fim da pandemia. 

dinheiro
Benefícios além do auxílio de R$ 540: Conheça o programa Bolsa do Povo em SP (Foto: Jeane de Oliveira/FDR)

O Bolsa do Povo foi criado pela Lei nº 17.372, no ano de 2021, unindo em um único programa a distribuição de diferentes auxílios financeiros e sociais, com ou sem transferência de renda, visando atender as famílias mais pobres. Por meio dele, 500 mil moradores de todo estado de São Paulo poderão se beneficiar. 

Funciona como um conjunto de ações que visam atender as famílias em vulnerabilidade. Pelo Bolsa do Povo os inscritos conseguem acessar diferentes benefícios. Há auxílio voltado a quem está desempregado há mais de um ano, quem perdeu o seu local de moradia e até mesmo para quem deseja empreender. 

Cada uma dessas ações possuem um nome diferente, e requisitos específicos. Para receber os valores transferidos por meio desta ação os paulistas recebem um cartão de saque em seu nome. A entrada também depende da inscrição no Cadastro Único para Programas do Governo (CadÚnico)

Quem pode se inscrever no Bolsa do Povo?

As inscrições no Bolsa do Povo continuam disponíveis, mas é preciso verificar se as ações e auxílios que são liberados por meio do programa têm vagas. As regras para se beneficiar com um dos benefícios que fazem parte da legislação incluem:

Têm prioridade na aceitação:

Cada benefício e ação tem as suas próprias especificações. No caso do Bolsa Trabalho que paga R$ 540, por exemplo, eu trago suas especificações nesta matéria

Auxílios liberados pelo Bolsa do Povo

É possível acumular R$ 2,4 mil ou mais com os auxílios do Bolsa do Povo. Para isso é preciso preencher aos requisitos de mais de um benefício que é liberado pelo governo do estado de São Paulo. 

Atenção para o funcionamento de cada um deles:

Inscrição no Bolsa do Povo 

Existem duas etapas de inscrição no Bolsa do Povo. Primeiro, os interessados precisam fazer sua inscrição no Cadastro Único e a partir disso gerar o seu NIS (Número de Identificação Social). Haverá o cruzamento de dados do CadÚnico e da seleção do programa sob comando do governo do estado. 

A partir disso, basta que os interessados que atendem aos critérios de cada um dos benefícios solicitem a sua vaga de forma online. 

Inscrição Cadastro Único

A inscrição deve ser feita por um representante da família, pessoa com mais de 16 anos e preferencialmente uma mulher.

Inscrição no site do Bolsa do Povo

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile