Golpes: Aposentados e pensionistas do INSS alvo de descontos não autorizados

Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que normalmente são pessoas idosas, estão se tornando vítimas de golpes. Aproveitando da vulnerabilidade desse grupo, onde boa parte tem pouco conhecimento tecnológico, os bandidos estão contratando serviço sem a ciência do cidadão, e fazendo descontos em seu salário. 

idoso
Golpes: Aposentados e pensionistas do INSS alvo de descontos não autorizados (Imagem: FDR)

Já foram registrados pelo INSS pelo menos 130 mil denúncias de descontos indevidos nos salários. Na realidade, uma reportagem do g1 mostra que entidades estão fazendo descontos na conta dos aposentados e pensionistas sem que eles tenham contratado qualquer serviço. O presidente do INSS se posicionou. 

Golpe do desconto indevido no INSS

As informações apuradas pela imprensa mostram que associações, sociedades e entidades que representam os aposentados e idosos estão se aproveitando dessa relação para aplicar golpes.

Na realidade eles têm descontado do salário do INSS um valor de contribuição para uso de serviços como defesa jurídica, descontos em remédios, telemedicina e outros. Mas, o segurado que tem o desconto efetuado sequer concordou com a contratação desses serviços. 

  • O INSS repassa para essas entidades privadas os dados dos aposentados e pensionistas;
  • Esses dados deveriam servir para que a entidade entrasse em contato com o segurado e oferecesse o seu serviço;
  • Sem falar com o aposentado a entidade faz a contratação de um plano em nome do cidadão, e passa a descontar do seu salário mensalmente a contribuição para usufruir desta parceria. 

O que fazer se houver desconto indevido no seu salário?

Caso os aposentados e pensionistas do INSS percebam que está sendo debitado do seu salário uma contribuição para uma associação a qual ele não contratou, é possível pedir o bloqueio desses débitos. Além disso, a entidade pode ter que devolver todos os valores que foram recebidos sem a ciência do segurado.

De acordo com o jornal Metrópoles, 29 entidades chegaram a faturar R$ 2 bilhões com o “desconto de mensalidade associativa” feito na folha de pagamento dos aposentados e pensionistas. Segundo Alessandro Stefanutto, presidente do INSS, a Polícia Federal será avisada sobre essa fraude. 

Para bloquear os descontos é preciso:

  • Acesse o App Meu INSS e faça login;
  • Clique em “Do que você precisa?” e escreva “solicitar bloqueio ou desbloqueio de mensalidade”;
  • Na lista, clique no nome do serviço/benefício que deseja bloquear;
  • Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções.

Aprenda a conferir o seu extrato de pagamentos clicando nesta matéria que foi escrita por mim. 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com