Medicamentos: veja LISTA dos remédios disponíveis gratuitos e dicas de como economizar na compra

Desde o último domingo, 31, os medicamentos estão mais caros em todo o país. Mas, é possível receber alguns remédios gratuitamente através de um dos programas do governo federal. Confira a lista de medicações disponíveis.

Medicamentos: veja LISTA dos remédios disponíveis gratuitos e dicas de como economizar na compra  (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) da Anvisa autorizou o reajuste dos medicamentos em até 4,5% ao ano. O aumento já começou a ser praticado em todo o país no último domingo, 31. Ele deve pesar principalmente para quem faz uso contínuo de alguma medicação.

O reajuste considera diversos fatores, como inflação dos últimos 12 meses (IPC), custos não captados pela inflação, produtividade das indústrias de medicamentos, câmbio e até a tarifa de energia.

Após isso, a CMED decidiu seguir o percentual da inflação. De acordo com a Anvisa, esse é o menor reajuste feito nos medicamentos desde 2020.

Medicamentos mais caros no Rio de Janeiro

No Rio o valor cobrado nas farmácias será ainda maior. Isso acontece porque desde o último dia 18 de março o estado passou a adotar um aumento do ICMS de 18% para 20%.

E o percentual pode ser ainda maior, pois, somada à taxa do Fundo Estadual de Combate à Pobreza, os remédios podem ter um aumento de 22% no Rio de Janeiro.

Além do Rio outros 10 estados também aprovaram o aumento do ICMS, o que deve gerar e aumento das medicações, são eles:

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) é um imposto estadual, o seu valor é adicionado ao preço final do produto. Com isso o consumidor já faz a compra fazendo o pagamento dele.

Remédios de graça

O programa Farmácia Popular é uma iniciativa do governo federal para oferecer diversas medicações sem custo algum. Relançado em 2023, no programa é possível ter acesso a remédios através das farmácias credenciadas.

Com isso a população tem mais pontos em que pode retirar os medicamentos gratuitamente.

São remédios para asma, hipertensão, diabetes, osteoporose e até anticoncepcionais e absorventes.

Além da gratuidade, a população também conta com descontos de até 90% em remédios para a doença de Parkinson, dislipidemia, glaucoma e rinite, além de fraldas geriátricas.

Nossa especialista Lila Cunha explica os critérios para receber os remédios de graça, confira.

Medicamentos gratuitos para toda a população

Medicamentos: veja LISTA dos remédios disponíveis gratuitos e dicas de como economizar na compra  (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Com descontos

No caso dos beneficiários do Bolsa Família essas medicações com desconto são oferecidas gratuitamente.

A população pode consultar a rede de farmácias credenciadas através do site do Ministério da Saúde.

 

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.
Sair da versão mobile