PÉ DE MEIA: pais podem ter acesso também ao benefício

O primeiro pagamento do programa Pé de Meia começa na semana que vem. Os jovens receberão de uma única vez R$ 200 como incentivo pela matrícula no ensino médio. O que poucas pessoas sabem é que até mesmo quem já é pai, ou mãe de uma criança em vida escolar pode ter acesso ao benefício pela mesma finalidade.

O Pé de Meia é um programa inédito. Ele foi criado pelo Ministério da Educação neste ano, e tem como objetivo diminuir a evasão escolar. De acordo com o ministro da Educação, Camilo Santana, muitos jovens abandonam a escola motivados pela necessidade de ajudar financeiramente em casa.

As consequências são a baixa escolaridade no país, falta de mão de obra qualificada, e a necessidade do trabalhador se contentar com pequenos salários. Já que para conseguir um bom cargo, e uma boa remuneração, é necessário ter no mínimo o ensino médio completo. 

A ideia é que o Pé de Meia sirva como um incentivo para que os jovens permaneçam na escola, já que eles terão acesso ao valor caso frequentem no mínimo 80% das aulas no mês. A partir disso receberão valores mensais e uma poupança na conclusão de cada série do ensino médio.

Após a passagem das três séries, o jovem pode sacar a poupança que ficou acumulada. Ao todo, somados os valores do 1º ao 3º ano do ensino médio, cada aluno vai receber R$ 9,2 mil. O dinheiro pode ser usado como bem entender, inclusive para no orçamento familiar.

Quem pode ter acesso ao benefício do Pé de Meia?

Os alunos aprovados no programa, inclusive os menores de 18 anos, terão uma conta no Caixa Tem aberta automaticamente em seu nome. Para saber como movimentar essa conta, clique nesta matéria que foi escrita por mim e tenha todas as orientações.

Embora o pagamento não seja feito em nome dos pais ou responsáveis, o aluno pode ajudar no orçamento da casa. Outro ponto importante é que os jovens que são pais também podem receber o benefício, já que ele é pago até mesmo para quem está matriculado no EJA (Ensino de Jovens e Adultos).

Os critérios para receber o programa incluem:

  • Estudantes de 14 a 24 anos;
  • Matriculados no ensino médio em escolas públicas;
  • Inscritos no Cadastro Único, desde que suas famílias façam parte do Programa Bolsa Família.

Consultar aprovação no pagamento do Pé de Meia

Para descobrir se tem direito ao pagamento do Pé de Meia, desde o dia 20 de março os interessados já podem consultar online. O Ministério da Educação disponibilizou essa informação por meio do aplicativo Jornada do Estudante, onde outras informações sobre a vida escolar também ficam disponíveis.

O acesso vai depender da criação de uma conta no Gov.br, que pode ser feita via aplicativo ou no site do governo federal.

  • Acesse o App Jornada do Estudante;
  • Faça login pelo Gov.br;
  • Os seus dados serão reconhecidos, e caso haja aprovação haverá a mensagem “Você atende aos critérios do programa Pé de Meia”.

Quem ainda não foi aprovado não precisa se desesperar. Caso atenda aos critérios, o governo pede que o aluno espere alguns dias e faça uma nova pesquisa, porque os dados ainda estão sendo repassados das secretarias de educação para o MEC.

Quanto pode ser recebido pelo Pé de Meia?

O valor recebido pelo Pé de Meia pode ser usado como o estudante quiser. Na formação em um curso técnico, curso de idiomas, preparatório para vestibular. No fim do ensino médio o saque da poupança pode servir para abertura de uma empresa, investimento na faculdade, e outros.

A quantia também pode ser revertida aos custos da família. Na compra de alimentos, pagando conta de internet, água, luz e outros. O valor é o mesmo para todos os beneficiados:

  • R$ 200 – incentivo da matrícula;
  • R$ 200 em 9 parcelas – valor pago mensalmente na conta do Caixa Tem, podendo ser sacado;
  • R$ 1.000 liberado em parcela única pela conclusão da série – só pode ser sacado após a conclusão dos três anos;
  • R$ 200 – liberado como incentivo para participação no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) de estudantes do 3º ano.

Calendário de pagamento do incentivo pela matrícula

  • 26 de março: estudantes nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 27 de março: estudantes nascidos em março e abril;
  • 28 de março: estudantes nascidos em maio e junho;
  • 1º de abril: estudantes nascidos em julho e agosto;
  • 2 de abril: estudantes nascidos em setembro e outubro;
  • 3 de abril: estudantes nascidos em novembro e dezembro.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]