ÚLTIMA semana para renegociação de dívidas com 96% de desconto; veja como participar

Até o dia 28 de março, está em curso o feirão de renegociação de dívidas, promovido pelo programa Desenrola Brasil e pelo Serasa, em parceria com os Correios. Mais de 550 milhões de ofertas estão disponíveis, com descontos de até 96% oferecidos pelo programa. 

ÚLTIMA semana para renegociação de dívidas com 96% de desconto; veja como participar. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

Participam do feirão de renegociação de dívidas diversas empresas, como bancos, financeiras, varejistas, operadoras de telefonia e securitizadoras. O Desenrola Brasil abrange débitos registrados entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022

A primeira fase do programa teve início em julho do ano passado, com a faixa 2 sendo contemplada. Além do feirão, os Correios oferecem o serviço Limpa Nome em parceria contínua com a Serasa desde 2020, disponível nas agências. 

Os endereços e horários das agências dos Correios podem ser consultados no aplicativo e site da empresa. Esta iniciativa visa auxiliar os cidadãos na regularização de suas pendências financeiras.

A renegociação de dívidas abrange débitos bancários, de cartão de crédito, estabelecimentos de ensino e contas essenciais de água, energia e gás. Estes podem ser regularizados digitalmente ou presencialmente, com descontos expressivos de até 96%, disponíveis entre mais de 550 milhões de ofertas de 700 empresas.

Desde o dia 9 de fevereiro, aproximadamente 1,4 milhão de consumidores aproveitaram o acesso ao aplicativo da Serasa para negociar dívidas no âmbito do Desenrola e Correios. A integração entre os dois sites proporciona aos usuários a consulta das dívidas e a realização de pagamentos em condições favoráveis, conforme as diretrizes do programa.

O Desenrola e Correios registrou um impacto positivo em cerca de 12 milhões de pessoas, totalizando expressivos R$ 36,5 bilhões em negociações de dívidas. O programa, destinado a indivíduos com renda de até dois salários mínimos (R$ 2.824) ou inscritos no CadÚnico, estende-se até 31 de março.

Neste link, eu te ensino como garantir um parcelamento de até 60 vezes na renegociação de dívidas pelo Desenrola Brasil. Abaixo, você confere os principais critérios do programa, como, quais débitos podem ser negociados. Acompanhe!

Quem pode participar da nova etapa da renegociação de dívidas?

  • Todas as pessoas com renda mensal de até dois salários mínimos, R$ 2.640; 

  • O público atual deve estar inscrito no sistema Cadastro Único (CadÚnico). 

Quais dívidas poderão ser renegociadas pelo feirão?

  • A prioridade será dada a dívidas de até R$ 5 mil por devedor;

  • Poderão ser renegociados débitos bancários e não bancários (contas de água, luz, internet, etc), contraídos desde 1º de janeiro de 2019 até 31 de dezembro de 2022.

  • Dívidas entre R$ 5 mil a R$ 20 mil. 

Quais são as regras da renegociação de dívidas?

Conforme publicado no Diário Oficial da União algumas mudanças foram feitas na Faixa 1 do programa, beneficiando um grupo maior de devedores. Agora, a admissão incluirá aqueles com renda mensal de até dois salários mínimos, inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e dívida não superior a R$ 5 mil.

Para se qualificar, as dívidas devem ter sido registradas como inadimplentes entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022, com o registro ativo até 27 de junho de 2023. A novidade é a inclusão de dívidas adquiridas por terceiros e a aceitação de devedores reinseridos entre janeiro e junho de 2023.

A portaria também estabelece os procedimentos para casos de inadimplência nas operações de crédito na Faixa 1 do Desenrola Brasil, indicando estratégias de renegociação para os agentes financeiros.

Passo a passo da renegociação de dívidas

Os interessados devem se inscrever no Gov.br. Sem esse cadastro, não será possível acessar o sistema para realizar a renegociação. Veja o passo a passo:

  1. Acessar o portal www.gov.br

  2. Selecionar “Entrar com gov.br”

  3. Digitar o CPF e clicar em “Continuar” – nessa etapa é possível criar ou alterar a conta

  4. Preencher formulário com dados pessoais.

Alcançar o nível Prata pode ser feito de três maneiras. Através da:

  1. Validação facial pelo aplicativo GOV.BR para conferência da foto junto à Carteira de Habilitação (CNH)

  2. Validação dos dados pessoais via internet banking de um banco credenciado. As instituições financeiras credenciadas são: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica, Sicoob, Santander, Itaú, Agibank, Sicredi e Mercantil do Brasil, ou

  3. Validação dos dados com usuário e senha do Sistema de Gestão de Acesso (SIGEPE), caso seja um servidor público federal.

O nível Ouro é obtido por meio da:

  1. Validação facial pelo aplicativo GOV.BR para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral, ou;

  2. Pela validação dos seus dados com Certificado Digital compatível com ICP-Brasil.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.