CNH gratuita: inscrições abertas para famílias de baixa renda; veja como participar

Para os cidadãos brasileiros que possuem baixa renda, arcar com os custos para conseguir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode ser um desafio. O alto preço cobrado pela emissão do documento tem dificultado a obtenção da CNH para diversos cidadãos. No entanto, um programa disponível em várias cidades brasileiras realiza a emissão do documento de forma gratuita. 

CNH gratuita: inscrições abertas para famílias de baixa renda; veja como participar. (Imagem: FDR)

A iniciativa auxilia especialmente as pessoas que precisam da CNH para disputar vagas de emprego mais atrativas, tendo em vista que o documento é exigido em alguns processos seletivos. Além disso, obter a carteira de habilitação também pode proporcionar uma maior autonomia aos cidadãos.

Pensando nesses benefícios, o programa da CNH Social facilita o caminho para a obtenção da carteira de motorista. A iniciativa está disponível em diversos municípios do Brasil. No entanto, de acordo com a especialista do FDR, Laura Alvarenga, as regras para a participação no programa podem variar de acordo com as cidades.

Saiba mais detalhes sobre o programa para obter a CNH de forma gratuita:

  • Atualmente, a iniciativa está disponível no Mata Grosso;
  • No estado, os participantes do programa ficam isentos do pagamento de todas as taxas relacionadas a obtenção do documento;
  • Isso inclui desde o pagamento das aulas práticas em autoescola até o teste no Detran;
  • Segundo a gestão estadual, a expectativa é de que o programa atenda cerca de 10 mil pessoas em 2024;
  • Para participar do programa no estado é preciso que o cidadão esteja inscrito no CadÚnico;
  • Além disso, ele deverá ter sido classificado como integrante da população de baixa renda;
  • O programa também exige que o participante tenha mais de 18 anos, saiba ler e escrever e resida em Mato Grosso há pelo menos um ano;
  • Os candidatos selecionados não precisarão pagar as taxas cobradas pela realização dos exames de saúde necessários, avaliação psicológica, exames teórico e prático e taxas administrativas;
  • As inscrições para o programa devem ser realizadas por meio do site da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc);
  • A plataforma está disponível neste link;
  • A seleção de responsabilidade do órgão que também deverá comunicar os candidatos escolhidos.

Confira outras informações sobre a iniciativa que disponibiliza o documento gratuitamente neste link.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.