Caixa Tem autoriza saque de R$ 9.200 mil para CPFs final 0,1,2,3,4,5,6,7,8,9; veja lista

Anunciado neste ano pelo Governo Federal, o programa Pé de Meia foi criado para atender alunos do ensino médio. Por meio da iniciativa os estudantes recebem uma série de pagamentos que são realizados com o objetivo de garantir a permanência desses alunos durante a etapa de ensino.

Caixa Tem autoriza saque de R$ 9.200 mil para CPFs final 0,1,2,3,4,5,6,7,8,9; veja lista. (Imagem: FDR)

De acordo com a especialista do FDR, Laura Alvarenga, os alunos cadastrados no programa poderão receber um pagamento total de cerca de R$ 9.200 durante a etapa de ensino. Esses recursos serão liberados por meio da conta da poupança social do Caixa Tem. Para ter acesso aos valores será preciso que o aluno realize o download do aplicativo que está disponível para ser baixado neste link.

Entenda como funcionará o programa que libera até R$ 9.200 para estudantes:

  • Os pagamentos serão realizados ao longo das etapas de ensino;
  • O benefício está disponível para estudantes do ensino médio da rede pública;
  • Além disso, é preciso que o aluno esteja inscrito no CadÚnico;
  • Inicialmente o pagamento será realizado de forma prioritária para estudantes que fazem parte do Bolsa Família;
  • Por ano, será possível acumular cerca de R$ 3 mil;
  • O programa é destinado para para estudantes de 14 a 24 anos de idade;
  • Também poderão receber os pagamentos os alunos de 19 a 24 anos matriculados na Educação de Jovens e Adultos (EJA);
  • Os benefícios serão disponibilizados da seguinte forma:
  • R$ 200 na realização da matrícula;
  • 9 parcelas de R$ 200 ao longo do ano, para aqueles que frequentarem pelo menos 80% das aulas;
  • R$ 1.000 por cada ano concluído com aprovação;
  • R$ 200 ao fazer a prova do Enem, este sendo pago apenas uma vez.  

Confira outras informações sobre benefícios disponíveis para famílias inscritas no CadÚnico neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.