O que muda para os aposentados com a revisão da vida toda do INSS? Entenda NOVIDADE

Aguardado por milhões de aposentados e pensionistas, o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a revisão da vida toda de aposentadorias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deverá ser retomado nesta quinta-feira (21). O julgamento poderá decidir um possível aumento significativo para milhares de aposentados e pensionistas em todo o país. 

O que muda para os aposentados com a revisão da vida toda do INSS? Entenda NOVIDADE. (Imagem:FDR)

O processo de revisão para a vida toda julga a constitucionalidade da inclusão de contribuições previdenciárias realizadas antes de julho de 1994 no cálculo de benefícios. Anteriormente, no ano de 2022, o Supremo já havia julgado o caso e definido pela constitucionalidade da revisão.

No entanto, agora os ministros julgam um recurso que foi apresentado pelo INSS sobre o caso. Até que esse julgamento seja encerrado todos os processos judiciais que tratam do tema estão suspensos. Isso porque a decisão do STF deverá ter uma repercussão geral. Ou seja, o que for definido pela corte deverá ser aplicado em todos os casos. 

Entenda como está o julgamento da revisão da vida toda até o momento:

  • A expectativa dos juristas é de que o STF mantenha a decisão tomada no ano de 2022;
  • Dessa forma, os trabalhadores que contribuíram com o INSS antes de julho de 1994 podem ser consideradas no cálculo das aposentadorias;
  • De acordo com a especialista do FDR, Lila Cunha, essa revisão poderá aumentar significativamente os rendimentos de parte dos aposentados;
  • Porém, antes de realizar o pedido, a orientação é de que os aposentados ou pensionistas busquem orientação jurídica sobre o caso;
  • A ajuda especializada deverá orientar sobre como realizar o pedido de benefício;
  • Além disso, ela também poderá ajudar no cálculo do novo benefício;
  • O processo é essencial para garantir que o aposentado ou pensionista conseguirá um aumento real e vantajoso nos valores recebidos pelo INSS;
  • Até o momento, não há previsão de quando o julgamento será encerrado.

Confira outras informações sobre os benefícios disponibilizados pelo INSS neste link.

 

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.