Greve paralisa FGTS Digital no dia 13 de março bloqueando VÁRIOS serviços para trabalhadores; veja

Os auditores-fiscais vão paralisar suas atividades nesta semana e a ação deve causar alguns problemas em todo o país. A greve paralisa FGTS Digital, que entrou em uso há poucos dias. Entenda melhor os desdobramentos da suspensão das atividades dessa classe.

Greve paralisa FGTS Digital no dia 13 de março bloqueando VÁRIOS serviços para trabalhadores; veja (Imagem: FDR)

 

A partir do próximo dia 13 de março os auditores-fiscais do Trabalho vão paralisar suas atividades, o que deve afetar diversos serviços.  A expectativa é de que a greve paralise o FGTS Digital. O sistema foi iniciado no último dia 1º de março.

A paralisação acontece porque o governo ainda não regulamentou um acordo firmado em 2016, o texto prevê a equiparação das condições de trabalho da categoria às dos Auditores-Fiscais da Receita Federal.

Suspensão do FGTS Digital

  • A nova plataforma foi lançada para facilitar o recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.
  • Entre as vantagens está o recolhimento através do número do CPF do trabalhador, o que gera uma arrecadação mais direcionada.
  • No entanto, o sistema deve ser suspenso na próxima quarta-feira, 13, por causa da paralisação dos servidores do auditores-fiscais do Ministério do Trabalho, que estão diretamente ligados ao sistema.
  • Mas, não é apenas esse sistema que deve ser afetado, o pagamento do Seguro-Desemprego, declaração de informações da Carteira de Trabalho Digital, pagamento do PIS/PASEP e outros também podem ser comprometidos.

Nossa especialista Laura Alvarenga te apresentas vantagens desse importantes sistema, confira.

FGTS Digital fora do ar

O sistema não vai apenas ficar fora do ar, a implementação de outros recursos ligados a ele também deve ficar comprometida, entre elas:

  • Empréstimo Consignado pela plataforma;
  • Inclusão de informações de exames toxicológicos no eSocial para motoristas profissionais; 
  • Parcelamento de débitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço;
  • Verificação de fraudes através de sistemas digitais;
  • Sistema de fiscalização a partir dos dados informados na Carteira de Trabalho Digital e no eSocial;
  • Geração e emissão de guias através do webservice

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.