INSS fará mutirão do dia 11 a 15 de março em TODO PAÍS; confira quem pode participar

O INSS continua com as ações para reduzir as filas e aprovar benefícios mais rapidamente. A última ação anunciada é um mutirão de atendimentos que acontece nesta semana em todo o país. Para ser atendido não é necessário fazer agendamento; confira.

INSS fará mutirão do dia 11 a 15 de março em TODO PAÍS; confira quem pode participar (Imagem: Jeane de Oliveira/FDR)

Durante toda essa semana o INSS fará o mutirão de reabilitação profissional em seis superintendência regionais. Ao todo é esperado que 37 mil segurados sejam atendidos de 11 a 15 de março.

A chefe da Divisão de Reabilitação Profissional do INSS, Lilian Varandas, destacou que essa ação reforça o compromisso do Instituto em melhorar os seus serviços e cuidar do bem-estar da população.

Mutirão do INSS

  • A ação deve reduzir o fila de pessoas em empresa de avaliação socioprofissional.
  • O segurado é encaminhado para esse tipo de avaliação quando está afastado pelo Benefício por Incapacidade Temporária, seja por doença ou por acidente de trabalho.
  • Dependendo da situação do segurado ele poderá ser encaminhado para treinamento e cursos profissionalizantes voltados a sua adequação ao trabalho.
  • Depois do atendimento no mutirão as equipes de cada superintendência prosseguirão com o atendimento dos trabalhadores aptos ao retorno das atividades.
  • Os atendimentos acontecerão em seis superintendências, localizadas nos estados de:  São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Florianópolis, Pernambuco e Distrito Federal. 

Nossa especialista Lila Cunha listou quem está isento da carência do Benefício por Incapacidade Temporária, confira.

Como funciona o programa de reabilitação profissional do INSS?

  • Esse programa envolve uma equipe multiprofissional, ou seja, de Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Psicologia, Sociologia, Pedagogia, Serviço Social, entre outras.
  • Nesse processo o segurado é acompanhado pelos profissionais que serão os responsáveis pela avaliação, orientação, informação e acompanhamento dele.
  • Um segurado é encaminhado para a reabilitação de três formas: perícia médica; por requerimento espontâneo; pela Justiça Federal.
  • Durante todo o programa o segurado continua recebendo o Benefício por Incapacidade Temporária.
  • Após o fim dos treinamentos ele é reinserido no seu trabalho ou redirecionado a uma atividade que melhor realize.
  • Caso essa reinserção não seja possível ele será contemplado com o Benefício por Incapacidade Permanente, a antiga aposentadoria por invalidez.
  • Lembrando que o pedido do benefício pode ser feito pelo Meu INSS.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.