Restituição do Imposto de Renda 2024: veja 5 formas de AUMENTAR o valor a ser recebido

A partir do dia 15 de março já será possível enviar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Os contribuintes poderão, além de informar os seus ganhos do último ano, comprovar quais foram os seus gastos. E a partir disso quem sabe aumentar as chances de conseguir uma boa restituição do Imposto de Renda 2024. 

Imposto de Renda 2024
Restituição do Imposto de Renda 2024: veja 5 formas de AUMENTAR o valor a ser recebido (Imagem: FDR)

O pagamento da restituição do Imposto de Renda 2024 é para muitos contribuintes a recompensa por informar todos os seus rendimentos e despesas. Isso porque, por meio dela a Receita Federal devolve ao cidadão uma parte do que foi pago em impostos. Funciona como uma espécie de “troco”, em que o Fisco faz a devolução daquilo que o indivíduo pagou a mais. 

Esse “troco” é calculado com base no valor de patrimônio declarado e nas despesas que foram comprovadas. Alguma dessas despesas são chamadas de deduções, e garantem ao contribuinte desconto no valor que será cobrado em imposto. Então: valor do imposto – deduções = restituição. 

Apenas quem envia a declaração dentro do prazo e com todos os dados corretamente informados é que consegue receber a restituição do Imposto de Renda 2024 dentro do calendário regular. Ao todo serão cinco lotes depositados que começarão em maio e terminarão apenas em setembro. 

Existem chances de conseguir potencializar o valor a ser recebido, e conseguir restituir mais do que no ano anterior, por exemplo. Para isso é preciso ser um contribuinte organizado e mostrar para a Receita Federal que possuí gastos dentro do limite e que geram descontos na tributação final.

Quando deve ser paga a restituição do Imposto de Renda 2024?

A Receita Federal ainda não confirmou o calendário da restituição do Imposto de Renda 2024. Mas, como o prazo de entrega do documento seguiu o mesmo do ano passado, entre 15 de março e 31 de maio, são grandes as chances do cronograma de 2023 também ser mantido. 

  • 1º lote: 31 de maio;
  • 2º lote: 28 de junho;
  • 3º lote: 31 de julho;
  • 4º lote: 30 de agosto;
  • 5º lote:  30 de setembro. 

Uma semana antes do pagamento os contribuintes poderão consultar pelos canais da Receita Federal (site ou app) se foram inclusos no lote daquele mês. Os valores serão depositados na conta corrente informada, ou na chave PIX.

Além disso, algumas pessoas têm prioridade em cada um dos lotes de pagamento são elas: idosos com mais de 60 anos, quem tem como principal fonte de renda o magistério, e quem possuí doença ou moléstia grave. 

Como aumentar o valor da restituição do Imposto de Renda 2024

Existem chances claras de conseguir aumentar o valor da restituição do Imposto de Renda 2024. O FDR reuniu 5 dicas para quem vai dar início ao preenchimento da sua declaração, para que inclua dados que serão decisivos nesta busca. 

Declare todos os gastos com saúde

  • Válidas despesas com saúde relativas a: dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, planos de saúde, internações em hospitais particulares e exames ou similares;
  • Necessário apresentar recibo de pagamento em seu nome. 

Declare os gastos com educação 

  • Limite de R$ 3.651,50 por pessoa, seja titular ou dependente na declaração;
  • Válido o investimento feito em: ensino infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico, graduação e pós-graduação.

Inclua dependentes na sua declaração

  • Se você é o responsável financeiramente por pessoas da sua família, inclua esses parentes e as despesas na sua declaração;
  • Valem como dependentes:
    • filhos de até 21 anos ou até 24 caso estejam cursando a primeira graduação no ensino superior;
    • cônjuge, companheiro(a) que vive junto há mais de 5 anos ou com quem o titular tenha filho(s);
    • irmãos, netos, bisnetos e menores de até 21 anos que o declarante tenha guarda judicial;
    • pais, avós, bisavós, sogros e sogras que tenham rendimentos inferiores a R$ 22.847,76 em 2022;
    • pessoas consideradas incapazes que estão sob os cuidados do declarante, como menores de 16 anos, incapacitadas por alguma doença ou deficiência mental; e
    • nora e genro, mas apenas se os filhos também estiverem incluídos como dependentes.

Informe as doações feitas no ano passado

  • Doações feitas no ano anterior podem ser abatidas da declaração neste ano;
  • O limite para abatimento é de 6% do total do imposto devido;

  • Para que as doações sejam validadas, elas precisam ter sido destinadas a projetos de incentivo aos esportes, a cultura, a atividades de audiovisual, ou de amparo a crianças e adolescentes. Todos esses projetos precisam estar cadastrados pelo governo.

Plano de Previdência deve ser declarado

  • Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) é dedutível na base de cálculo e permite reduzir até 12% dos rendimentos tributáveis;
  • Necessário optar pela declaração completa. 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]