Trabalhadores se surpreendem com REAJUSTE salarial e aprovação de novos benefícios

Os trabalhadores do funcionalismo público do país se surpreenderam na tarde de quarta-feira (28) depois da nova reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP). Na ocasião foi discutida a possibilidade de incluir no salário desse público a aplicação de reajuste ainda para 2024. 

trabalhadores
Trabalhadores se surpreendem com REAJUSTE salarial e aprovação de novos benefícios (Imagem: FDR)

Ficou sobre cargo do Ministério da Gestão e Inovação (MGI) discutir a possibilidade de reajuste salarial para os trabalhadores públicos do país. De acordo com José Lopez Feijóo, secretário de Trabalho da Pasta, será necessário aguardar o resultado da arrecadação deste ano para só então pensar em aumento de salário. 

Proposta de reajuste salarial para trabalhadores públicos

A proposta apresentada e defendida pelos trabalhadores é de que haja reajuste de 7,06% a 10,34% a depender da natureza do acordo firmado com as categorias. No entanto, o MGI tem uma contra proposta, e quer que sejam aplicados outros valores, como:

  • Reajuste de 9% nos salários nos próximos dois anos: 4,5%, a primeira em maio do ano que vem e a segunda em maio de 2026;
  • Auxílio-alimentação passaria de R$658 para R$1000;
  • Auxílio-saúde per capita passaria R$ 144 para R$ 215;
  • Auxílio-creche, de R$ 321 para R$ 484,90.

O secretário ainda demonstrou que estariam adeptos ao reajuste do ressarcimento do plano de saúde. 

Reajuste não agrada representantes do serviço público

De acordo com o portal Jota, as entidades que representam o funcionalismo público não concordam com o projeto de reajuste salarial proposto pelo poder público. Uma das justificativas é de que ao aumentar o valor de benefícios concedidos aos trabalhadores, os aposentados são deixados de lado. 

Os servidores prometeram se mobilizar nas próximas semanas, inclusive com um protesto que inicialmente está marcado para acontecer no dia 8 de março quando é comemorado o Dia da Mulher.

 

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]