Caixa Tem inicia grandes pagamentos: veja como facilitar seu acesso para saques

Pontos-chave
  • Os pagamentos liberados pelo Caixa Tem são divididos em dois grupos;
  • O Caixa Tem libera os valores gradativamente a cada um dos mais de 21 milhões de titulares do Bolsa Família;
  • Trabalhadores com direito ao PIS/PASEP de 2024 estão sendo contemplados na segunda etapa dos pagamentos.

Novos pagamentos estão programados pelo Caixa Tem no final desta semana. Os cidadãos  podem acessar até dois benefícios, desde que estejam em conformidade com as respectivas regras.

Caixa Tem inicia grandes pagamentos: veja como facilitar seu acesso para saques
Caixa Tem inicia grandes pagamentos: veja como facilitar seu acesso para saques. (Imagem: FDR)

Os pagamentos liberados pelo Caixa Tem são divididos em dois grupos. O primeiro atende os titulares do Bolsa Família, com depósitos iniciando nesta sexta-feira, 16. O calendário de pagamentos é baseado no dígito final do Número de Identificação Social (NIS).

A liberação do benefício começa no dia 16 de fevereiro para NIS final 1 e encerrando em 28 de fevereiro para NIS final 0. O Caixa Tem libera os valores gradativamente a cada um dos mais de 21 milhões de titulares.

Trabalhadores com direito ao PIS/PASEP de 2024 estão sendo contemplados na segunda etapa dos pagamentos. Para receber o abono salarial, é necessário comprovar período de trabalho formal em 2022.

Os depósitos do PIS/PASEP atendem dois subgrupos. O primeiro inclui trabalhadores de empresas privadas cadastrados no Programa de Integração Social (PIS), que recebem pelo Caixa Tem com base no mês de nascimento. 

O segundo grupo é formado por servidores públicos inscritos no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), sendo gerido pelo Banco do Brasil e pago com base no dígito final da inscrição do cidadão.

Quais são os pagamentos do Caixa Tem?

Bolsa Família

Tem direito toda família com renda mensal de até R$ 218 por pessoa. Isso significa que a renda somada de todos os integrantes da família dividida pelo número de pessoas deve ser menor que R$ 218.

Considere o exemplo de uma mãe que cria sozinha três filhos pequenos. Trabalhando como diarista, ela ganha R$ 800 por mês. Como os filhos não trabalham, esses R$ 800 são a única renda da família. 

Dividindo R$ 800 (renda total) por quatro (número de pessoas na família), o resultado é R$ 200. Como R$ 200 é menor que R$ 218, essa mãe e seus três filhos têm direito a receber o Bolsa Família.

As famílias devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e de educação. São elas:

  • Realização do acompanhamento pré-natal;
  • Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • Realização do acompanhamento do estado nutricional das crianças menores de 7 anos;
  • Frequência escolar mínima de 60% para as crianças de 4 a 5 anos, e de 75% para os beneficiários de 6 a 18 anos incompletos que não tenham concluído a educação básica;
  • A família deve sempre manter atualizado o Cadastro Único (pelos menos, a cada 24 meses).

Calendário do Bolsa Família de fevereiro

  • NIS final 1: 16 de fevereiro;
  • NIS final 2: 19 de fevereiro;
  • NIS final 3: 20 de fevereiro;
  • NIS final 4: 21 de fevereiro;
  • NIS final 5: 22 de fevereiro;
  • NIS final 6: 23 de fevereiro;
  • NIS final 7: 26 de fevereiro;
  • NIS final 8: 27 de fevereiro;
  • NIS final 9: 28 de fevereiro;
  • NIS final 0: 29 de fevereiro.

PIS/PASEP

Para receber o PIS/PASEP, o trabalhador precisa constatar o direito ao abono salarial no ano de referência, neste caso, 2022. Em todo o caso, as regras de elegibilidade não foram alteradas nos últimos anos. Sendo assim, é preciso estar de acordo com os seguintes critérios:

  • Estar inscrito nos programas do PIS/PASEP há, pelo menos, cinco anos; 
  • Ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias consecutivos ou não; 
  • Ter recebido até dois salários mínimos;
  • Ter os dados trabalhistas devidamente informados e atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). 

Muitas pessoas se concentram apenas no fato de terem trabalhado por alguns meses durante o ano de referência para o pagamento. Contudo, se esquecem que é preciso ter, pelo menos, cinco anos de carteira assinada, sejam eles consecutivos ou não. Do contrário, o PIS/PASEP não é liberado. 

O trabalhador também deve se atentar ao período padrão de inscrição no PIS/PASEP, que é de cinco anos. Somente após este tempo o trabalhador terá direito de receber o primeiro abono salarial, mesmo que já cumpra todos os outros requisitos.

Calendário do PIS/PASEP 2024

PIS

  • Janeiro – 15 de fevereiro de 2024;
  • Fevereiro – 15 de março de 2024;
  • Março – 14 de abril de 2024;
  • Abril – 15 de abril de 2024;
  • Maio – 15 de maio de 2024;
  • Junho – 15 de maio de 2024;
  • Julho – 15 de junho de 2024;
  • Agosto – 15 de junho de 2024;
  • Setembro – 15 de julho de 2024;
  • Outubro – 15 de julho de 2024;
  • Novembro – 15 de agosto de 2024;
  • Dezembro – 15 de agosto de 2024.

PASEP

  • Inscrição final 0 – 15 de fevereiro de 2024;
  • Inscrição final 1 – 15 de março de 2024;
  • Inscrição final 2 – 15 de abril de 2024;
  • Inscrição final 3 – 15 de abril de 2024;
  • Inscrição final 4 – 15 de maio de 2024;
  • Inscrição final 5 – 15 de maio de 2024;
  • Inscrição final 6 – 17 de junho de 2024;
  • Inscrição final 7 – 17 de junho de 2024;
  • Inscrição final 8 – 15 de julho de 2024;
  • Inscrição final 9 15 de agosto de 2024.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.