Bolsa Família de Fevereiro Bloqueado! Apenas ESSAS pessoas irão receber os pagamentos

O Governo Federal divulgou o calendário de pagamento do Bolsa Família para fevereiro de 2024, mantendo o valor mínimo em R$ 600 para as mais de 21 milhões de famílias beneficiadas. Em janeiro, o valor destinado atingiu R$ 14,5 bilhões, com um valor médio de R$ 685 devido aos adicionais concedidos.

Titular cadastrado no Bolsa Família 2023 precisa RENOVAR o cadastro para 2024? Entenda
Bolsa Família de Fevereiro Bloqueado! Apenas ESSAS pessoas irão receber os pagamentos (Imagem: FDR)

Para garantir o suporte necessário, o governo optou por manter os adicionais já praticados em 2023. Esses extras incluem:

BOLSA FAMÍLIA DE FEVEREIRO TEM MUITOS BLOQUEIOS: VEJA O CALENDÁRIO COMPLETO E QUE VAI RECEBER

Depósito do Bolsa Família Bloqueado

O Bolsa Família de fevereiro enfrenta desafios com a revisão cadastral, podendo bloquear os auxílios de cerca de sete milhões de beneficiários devido a dados desatualizados. As notificações de bloqueio são enviadas via aplicativo Bolsa Família, alertando sobre a necessidade de esclarecer informações cadastrais para evitar o cancelamento definitivo do benefício.

As famílias devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e educação, incluindo acompanhamento pré-natal, calendário nacional de vacinação e frequência escolar mínima.

Quem não atualizou as informações no Cadastro Único (CadÚnico) pode ter o benefício bloqueado, assim como aqueles que forem descobertos em situações de fraude ou não cumprirem as regras de permanência.

Calendário de pagamentos de fevereiro

Os pagamentos serão realizados nos últimos dez dias úteis do mês, conforme o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). O valor final pode variar de acordo com benefícios adicionais liberados de acordo com a composição familiar. Veja as datas:

A Caixa Econômica Federal reforça a importância da atualização cadastral e do cumprimento das regras pelos beneficiários, garantindo a continuidade do programa. Para quem passar pela suspensão ou corte das parcelas, há a chance de regularizar a situação apresentando os documentos necessários ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.
Sair da versão mobile