Beneficiários unipessoais do Bolsa Família são surpreendidos com NOVIDADE sobre pagamentos

Responsável por atender mais de 21 milhões de famílias em todo o país, o Bolsa Família possui uma categoria destinada especificamente para beneficiários que necessitam do programa mas moram sozinhos. Para esse grupo, denominado de famílias unipessoais, algumas novidades estão em vigor neste ano.

Beneficiários unipessoais do Bolsa Família são surpreendidos com NOVIDADE sobre pagamentos
Beneficiários unipessoais do Bolsa Família são surpreendidos com NOVIDADE sobre pagamentos. (Imagem: FDR)

Recentemente, o Governo Federal tem realizado um pente fino na sua lista de beneficiários, o que inclui as famílias unipessoais. A medida vem sendo realizada como forma de garantir que o pagamento seja realizado para famílias que realmente necessitam do programa.

Entenda as novidades do Bolsa Família:

  • Para realizar a análise, o Governo Federal tem investigado os dados que os usuários inserem no CadÚnico;
  • Essa análise vem sendo realizada inclusive com o cruzamento de informações com outros órgãos;
  • Isso inclui a Receita Federal, que é responsável por reunir as informações financeiras dos brasileiros;
  • Neste ano, famílias com membros com CPF irregular tiveram o benefício suspenso;
  • A medida segue em vigor;
  • Caso alguma irregularidade seja detectada, a orientação é que o cidadão compareça até um CRAS para regularizar sua situação;
  • No caso das famílias unipessoais, o Governo Federal tem investigado se os beneficiários realmente vivem sozinhos;
  • Caso façam parte de um grupo familiar, a atualização do CadÚnico é necessária para a manutenção do benefício;
  • Além disso, as famílias também devem seguir ao critério de renda do programa;
  • Com a atualização do salário mínimo em 2024, ele também foi atualizado;
  • Agora, para receber o Bolsa Família é preciso que o cidadão tenha uma renda mensal de no máximo R$ 353;
  • Até o ano passado o valor era de R$ 218;
  • O cálculo é realizado com base no salário mínimo;
  • O valor máximo deve ser de até 1/4 do mínimo;
  • Por isso, ele é atualizado anualmente, permitindo assim a entrada de novas famílias no programa.

Confira outros detalhes sobre o pagamento do Bolsa Família em 2024 neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.