Bolsa Família em casa! Agentes do governo visitarão os beneficiários nos próximos dias

Após circularem notícias falsas orientando que inscritos no Bolsa Família neguem a entrada de assistentes sociais em suas casas, o governo se pronunciou. Segundo o poder público é permitido que profissionais dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) visitem as famílias.

Bolsa Família em casa! Agentes do governo visitarão os beneficiários nos próximos dias
Bolsa Família em casa! Agentes do governo visitarão os beneficiários nos próximos dias (Imagem: FDR)

De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS), os agentes do CRAS podem visitar as famílias do Bolsa Família em suas casas. Esse procedimento é chamado de Busca Ativa, quando ao invés de esperar que os beneficiários compareçam até a unidade, os funcionários vão até ele.

Por que os agentes do CRAS visitam os inscritos no Bolsa Família?

A visita de funcionários do CRAS na casa dos inscritos do Bolsa Família tem sido autorizada em todos os municípios brasileiros. A ideia é que os agentes possam visitar aqueles que moram em bairros mais afastados, e que por isso teriam mais dificuldades em chegar até a agência do CRAS.

A função desses agentes é de:

  • Atualizar os dados daqueles que estão com o Cadastro Único desatualizado;
  • Confirmar informações que constam no cadastro;
  • Solicitar documentos que ficaram pendentes;
  • Inscrever famílias que estão fora do Cadastro Único, logo não recebem benefícios do governo.

Inscritos no Bolsa Família podem recusar a visita do CRAS?

Na realidade, sim. O titular do Bolsa Família pode negar que o agente do CRAS entre na sua casa, mesmo que para passar pela entrevista não seja preciso receber o funcionário dentro do seu imóvel.

Caso não queira que o agente na sua propriedade, o titular pode passar pela entrevista ou processo de atualização de dados na frente do seu imóvel, por exemplo. O que não pode é recusar fazer o procedimento. Se não quiser cumprir com a atualização, há riscos de ter o seu benefício cortado.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]