Leilão da Receita Federal: quem pode participar? O que está sendo leiloado? descubra

Veículos, smartphones, acessórios de grife, drones e muito mais. O novo Leilão da Receita Federal está repleto de produtos que foram apreendidos ou abandonados com o órgão federal. Entre os produtos, os destaques são carros com lance inicial de R$ 1 mil e celulares que poderão ser comprados por apenas R$ 500. Veja.

Leilão da Receita Federal: quem pode participar? O que está sendo leiloado? descubra
Leilão da Receita Federal: quem pode participar? O que está sendo leiloado? descubra. Imagem: FDR

Vale lembrar que é possível dar dar uma olhada nos produtos de forma presencial antes de adquirir. Quem quiser chegar pessoalmente os itens, as visitas vão até 26 de janeiro, com mais detalhes no edital do leilão, que acontece online.

Para participar, basta acessar o “Sistema de Leilão Eletrônico” no e-CAC no site da Receita Federal. Após o login, digite “leilão” na barra de busca e clique na opção “Participar de leilão eletrônico da Receita”. Veja mais detalhes abaixo.

Entenda como funciona o leilão da receita

  • O novo leilão será realizado por volta das 9h do dia 30 de janeiro;
  • Para participar, é preciso realizar uma proposta até às 21h do dia 29;
  • Nessa edição, estarão disponíveis 74 lotes de produtos;
  • A composição deles pode ser consultada por meio do site da Receita Federal;
  • A plataforma está disponível neste link;
  • No site, também é possível saber o valor do lance mínimo;
  • Para participar, será preciso realizar uma oferta pelo lote fechado;
  • A composição foi montada com produtos semelhantes, para facilitar a compra;
  • Alguns lotes estarão restritos para pessoas jurídicas (PJ);
  • Dessa forma, apenas empresas poderão realizar ofertas;
  • Na abertura do leilão, os participantes poderão barganhar o melhor preço para vencer a disputa;
  • Para participar, será preciso ter mais do que 18 anos;
  • Além disso, a Receita Federal também exige que o cidadão esteja inscrito no Cadastro de Pessoas Física (CPF);
  • Outra exigência é possuir o nível prata ou ouro no sistema de identidade digital do Governo Federal.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].