Lula cria poupança para alunos do ensino médio aumentando a renda inesperadamente

Sancionada pelo presidente Lula recentemente, uma nova lei possibilitará a criação de uma poupança para alunos do ensino médio. A medida, que beneficiará jovens de baixa renda, tem o objetivo de garantir a conclusão da etapa de ensino. 

Lula cria poupança para alunos do ensino médio aumentando a renda inesperadamente
Lula cria poupança para alunos do ensino médio aumentando a renda inesperadamente. (Imagem: FDR)

Batizada de “Pé de Meia” pelo Ministério da Educação, a medida já foi aprovada pelo Governo Federal. Por meio do novo programa, o aluno de ensino médio que vive em vulnerabilidade social e econômica passará a receber pagamentos mensais para garantir seu sustento durante os estudos.

Confira mais detalhes sobre a poupança para alunos do ensino médio:

  • O pagamento mensal será realizado para ajudar o estudante com eventuais despesas do dia a dia;
  • Além desse, o aluno também receberá um pagamento de bônus no final do ano;
  • O dinheiro só será liberado caso o estudant
  • e seja aprovado na classe atual;
  • Além disso, será preciso obter uma frequência escolar mínima de 80%;
  • O dinheiro será depositado em uma conta poupança criada pelo Governo Federal;
  • Esses recursos da poupança só serão liberados efetivamente após a conclusão da etapa do ensino médio;
  • Segundo o Governo Federal, serão atendidos os alunos de baixa renda que estejam matriculados na rede pública;
  • Além disso, para receber o pagamento será necessário estar inscrito no Cadastro Único;
  • O programa deverá priorizar as famílias com renda mensal de até R$ 218 por pessoa;
  • Como esse é o critério de renda para inclusão no Bolsa Família, é possível afirmar que as famílias inscritas no programa serão priorizadas;
  • Com relação a Educação de Jovens e Adultos (EJA), poderão ser beneficiados os alunos com idades entre 19 e 24 anos;
  • A quantia que será paga ainda não foi informada pelo Governo Federal.

Confira outro importante benefício criado pelo Governo Federal para estudantes brasileiros neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.