Polêmica de reajuste no Bolsa Família e redução no INSS é esclarecida pelo Governo

Todo início de ano os pagamentos do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) são obrigatoriamente reajustados. O que chamou atenção neste ano, porém, foi a informação de que o reajuste no Bolsa Família ficou acima do liberado aos aposentados. A informação foi esclarecida pelo governo federal.

Polêmica de reajuste no Bolsa Família e redução no INSS é esclarecida pelo Governo
Polêmica de reajuste no Bolsa Família e redução no INSS é esclarecida pelo Governo (Imagem: FDR)

Repercutiu, principalmente nas redes sociais, a informação de que o reajuste no Bolsa Família em 2024 teria sido maior do que aquele liberado aos segurados do INSS. A notícia que circula diz que as famílias vulneráveis receberam um aumento duas vezes maior do que aquele concedido aos aposentados e pensionistas.

Reajuste no Bolsa Família foi maior que do INSS?

Não! A informação que circula nas redes sociais passando a mensagem de que o reajuste no Bolsa Família está maior que do INSS em 2024 é uma fake news. Ou seja, os pagamentos liberados pelo programa social não serão maiores do que os salários concedidos a aposentados e pensionistas.

De acordo com sites de verificação como o UOL Confere e o Boatos.org, desde 2018 circulam informações como essas nas redes sociais. A notícia falsa levava como fonte a jornalista Miriam Leitão, colunista da Globo, sendo que Miriam nunca publicou nada com essa chamada.

Reajuste no Bolsa Família e no INSS em 2024

A verdade sobre o aumento salarial dos aposentados do INSS, e do reajuste no Bolsa Família é que apenas os inscritos na Previdência Social terão pagamento maior.

  • Salários do INSS: quem ganha o piso contou com reajuste de 6,97% comparado ao 2023, pois recebem quantia igual ao salário mínimo. Aqueles que recebem acima do piso até o teto terão aumento equivalente a inflação do ano anterior, a expectativa é de que seja 3,85%;
  • Pagamentos do Bolsa Família: não há reajuste previsto para o Bolsa Família em 2024. Os pagamentos devem se manter em no mínimo R$ 600 com acréscimo de bônus de R$ 50 a R$ 150.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]