INSS muda contribuição de autônomo em 2024; veja novos valores e calendário de pagamento

Obter a aposentadoria pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um sonho para diversos trabalhadores. No caso daqueles que são autônomos, o Instituto possibilita a realização da contribuição individual. Em 2024, os valores que deverão ser pagos pelos trabalhadores foram alterados.

INSS muda contribuição de autônomo em 2024; veja novos valores e calendário de pagamento
INSS muda contribuição de autônomo em 2024; veja novos valores e calendário de pagamento. (Imagem: FDR)

As mudanças acontecem para aqueles trabalhadores autônomos que contribuem com base no salário mínimo. Como o valor foi modificado neste ano, a contribuição para o INSS também passou por alterações.

Veja mais detalhes sobre a contribuição dos autônomos para o INSS em 2024:

  • O valor cobrado é baseado no salário mínimo;
  • Em 2024, o índice foi fixado no valor de R$ 1.412;
  • A taxa varia de acordo com o plano de previdência do trabalhador autônomo;
  • As taxas são fixadas em 5%, 11% ou 20%;
  • Aqueles trabalhadores que realizam a contribuição maior, com a taxa de 20%, passarão a pagar R$ 282,40;
  • Para esses, o INSS possibilita a liberação de aposentadoria por idade e por tempo de serviço;
  • Já os que contribuem com 11% e 5%, pagarão R$ 155, 32 e R$ 70,60;
  • No caso desses trabalhadores, o Instituto Nacional possibilita apenas a aposentadoria por tempo de idade;
  • Para os autônomos que estão enquadrados como MEI, a contribuição é realizada por meio do pagamento da DAS, que reúne os principais tributos em apenas uma contribuição;
  • Vale lembrar que, com a Reforma da Previdência, o tempo para aposentadoria dos trabalhadores vem sendo modificado anualmente;
  • A medida tem o objetivo de realizar uma progressão gradual da idade para aposentadoria;
  • Período de mudanças será encerrado apenas em 2033;
  • Para os trabalhadores que desejam garantir a aposentadoria, é essencial que a contribuição seja iniciada o mais breve possível;
  • O pagamento da guia do INSS pode ser solicitado por meio do site ou aplicativo do órgão federal;
  • A quitação dos valores deve ser realizada mensalmente;
  • Para quem contribui com base no salário mínimo, também existe a opção de realizar o pagamento trimestral;
  • Pagamento deve ser efetuado até o dia 15 do mês seguinte da competência.

Confira outras informações sobre os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.