INSS modifica idade e tempo de contribuição para se aposentar em 2024

Aprovada em 2019, a Reforma da Previdência tem alterado anualmente as regras para a concessão de benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Em 2024, uma nova modificação definiu novos critérios de idade e tempo de contribuição para ter o benefício da aposentadoria liberado.

INSS modifica idade e tempo de contribuição para se aposentar em 2024
INSS modifica idade e tempo de contribuição para se aposentar em 2024. (Imagem: FDR)

As mudanças acontecerão anualmente até 2033, ano em que o período de transição da Reforma da Previdência será encerrado. A medida foi criada com o objetivo de diminuir o impacto na concessão de benefícios do INSS.

Saiba mais informações sobre as novas regras do INSS:

  • As mudanças estão em validade desde o dia 1º de janeiro;
  • As novas regras implementadas afetam a aposentadoria de homens e mulheres;
  • Mudanças são válidas para os trabalhadores que começaram a exercer alguma atividade formal depois do ano de 2019;
  • Para esse grupo, a idade mínima para aposentadoria foi modificada;
  • Agora, os homens poderão se aposentar a partir dos 65 anos;
  • Já para as mulheres, a idade mínima exigida passou para 62 anos de idade;
  • Outra mudança diz respeito a regra que estabelece o tempo mínimo de contribuição;
  • No caso dos homens, o período mínimo de trabalho formal e contribuição com o INSS passará a ser de 35 anos;
  • Já para as mulheres, a exigência será de 30 anos;
  • Para os trabalhadores que já exerciam alguma atividade quando a reforma foi aprovada, o cálculo é realizado em um formato diferente;
  • No caso deles, o mínimo para aposentadoria é calculado por meio de um sistema de pontos;
  • A pontuação é obtido por meio da soma das idades e do tempo de contribuição;
  • Cada ano de cada critério representa um ponto;
  • Para os homens, o direito a aposentadoria é obtido quando a soma atinge o total de 101 pontos;
  • Já para as mulheres, o benefício é concedido quando elas conseguem obter o total de 91 pontos.

Confira outros detalhes sobre os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.