CPF na nota: lista dos beneficiários para saque já pode ser consultada

Governos estaduais e municipais possuem programas que concedem créditos para quem incluí o CPF na nota fiscal. Seja para compras em grandes empresas, como na contratação de serviços de autônomos. Para saber o quanto acumulou em créditos no último ano com possibilidade de saque, consulte online.

CPF na nota: lista dos beneficiários para saque já pode ser consultada
CPF na nota: lista dos beneficiários para saque já pode ser consultada (Imagem: FDR)

O programa CPF na nota é diferente em cada local do país. No projeto administrado pelo governo estadual valem as compras feitas em comércios e indústrias. Enquanto nos programas que são de iniciativa municipal os créditos são gerados por contratação de serviços em pequenas empresas. 

Como consultar os créditos do CPF na nota?

Para descobrir o quanto de crédito foi gerado ao informar o CPF na nota durante as suas compras, o consumidor precisa fazer a consulta online. A cada tempo o programa libera o resgate de benefícios com base no valor que ficou acumulado.

O que o projeto faz é devolver uma parcela do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) cobrado pelo governo do estado. Ou, uma parte do ISS (Imposto sobre Serviços) cobrado pelo governo municipal.

  • Acesse o site do programa CPF na nota;
  • Faça login informando o número do seu CPF e senha;
  • No menu procure por “Créditos”;
  • Filtre a pesquisa com base no mês ou ano desejado;
  • Descubra quanto foi acumulado em créditos.

É importante fazer o primeiro cadastro online para só depois incluir o número do CPF em notas fiscais. Sem o cadastro o sistema não registra os créditos.

O que fazer com o crédito do CPF na nota?

Cada governo libera tipos de benefícios diferentes, mas em sua maioria como incentivo para que os consumidores informem o CPF na nota fiscal são autorizadas ações como:

  • Descontos em impostos como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), e IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores);
  • Participação em sorteios com prêmios em dinheiro;
  • Saque em dinheiro.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.