Retirada da premiação da Mega da Virada ganha protocolo de segurança da Caixa

Com a maior premiação da história da Mega da Virada, a Caixa Econômica Federal (CEF) divulgou um protocolo especial de segurança para a retirada dos R$ 570 milhões a serem sorteados na noite do próximo dia 31. Veja como o grande vencedor terá acesso ao dinheiro.

Retirada da premiação da Mega da Virada ganha protocolo de segurança da Caixa
Retirada da premiação da Mega da Virada ganha protocolo de segurança da Caixa. Imagem: FDR

De acordo com o comunicado emitido pelo banco, seriam necessárias 31 caminhonetes para transportar os mais de R$ 500 milhões a serem sorteados. Sem contar no esquema de segurança. A retirada do valor, no entanto, pode ser feita com mais facilidade. Entenda abaixo.

Resgate do prêmio da Mega da Virada

  • As lotéricas da Caixa têm permissão para fazer o pagamento de prêmios no valor líquido até R$ 1.478,40 (bruto de R$ 2.112,00).
  • Esse valor pode ser retirado também através detransferência ao Mercado Pago.
  • Caso a aposta tenha sido feita pela Loteria Online também é necessário apresentar o código de resgate ou QR Code.
  • O primeiro passo para fazer o resgate de um prêmio com valor maior é comparecer em uma agência com o bilhete com os números sorteados e um documento de identificação com foto.
  • Valores acima de R$ 10 mil são pagos a partir de dois dias úteis após a apresentação do comprovante do prêmio.

Apostas na Mega da Virada

  • A aposta tem o valor de R$ 5.
  • Em cada jogo o apostador deve escolher, pelo menos, 6 números.
  • Quanto mais números selecionar, mais chances de ganhar, mas, o valor da aposta também aumenta.
  • As apostas podem ser feitas até as 17h do dia do sorteio.
  • Os apostadores podem realizar as apostas presencialmente nas lotéricas ou através das Loterias online ou do Internet Banking.
  • É necessário ter acima de 18 anos para apostar.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.