Bolsa Família 2024 terá reajuste de 4% no valor total de seu benefício

O ministro do Desenvolvimento Social (MDS), Wellington Dias, revelou que as discussões sobre os ajustes no Bolsa Família 2024 ocorrerão no início do próximo ano. Atualmente, o programa oferece um suporte médio de R$688,97 por família, beneficiando cerca de 21,45 milhões de pessoas em todo o país.

Bolsa Família 2024 terá reajuste de 4% no valor total de seu benefício
Bolsa Família 2024 terá reajuste de 4% no valor total de seu benefício. (Imagem: FDR)

Há expectativas por parte dos beneficiários e especialistas em relação ao reajuste do Bolsa Família 2024, considerando que o valor atual está defasado e não atende adequadamente às necessidades das famílias. 

O governo avalia a possibilidade de um reajuste de 4% no Bolsa Família 2024, com uma potencial implementação a partir de março, elevando o valor mensal para R$710,00.

Contudo, o montante final permanece incerto, dependendo de variáveis como a inflação, o crescimento econômico e a disponibilidade de recursos no orçamento.

Em 2024, o ministro Wellington Dias esclarece que o repasse de valor para cada família no Bolsa Família é determinado por vários fatores. Considerações incluem não apenas a inflação e o crescimento econômico, mas também o custo de alimentos e as políticas relacionadas ao salário mínimo

Portanto, a complexidade da decisão de reajuste exige responsabilidade fiscal. O anúncio de que essa decisão será tomada no próximo ano cria expectativas, especialmente considerando a conhecida sensibilidade do presidente Lula em priorizar as camadas mais pobres da população.

Composição do Bolsa Família 2024

Até que novos valores sejam definidos, o Governo Federal mantém a composição atual para o Bolsa Família da seguinte forma:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa da família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias beneficiadas recebam, no mínimo, R$ 600.Benefício
  • Extraordinário de Transição (BET): Garante que todos os beneficiários não recebam valores menores do que recebiam no programa anterior, o Auxílio Brasil. O pagamento está confirmado até maio de 2025.
  • Benefício Primeira Infância (BPI): R$ 150 a mais por criança de zero a sete anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar (BVF): R$ 50 pagos a mais para gestantes e crianças/adolescentes de 7 a 18 anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): R$ 50 pagos para cada membro da família com até sete meses incompletos (nutriz), com início das transferências em setembro.

Quais são as regras do Bolsa Família 2024?

As famílias devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e de educação. São elas:

  • Realização do acompanhamento pré-natal;
  • Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • Realização do acompanhamento do estado nutricional das crianças menores de 7 anos;
  • Frequência escolar mínima de 60% para as crianças de 4 a 5 anos, e de 75% para os beneficiários de 6 a 18 anos incompletos que não tenham concluído a educação básica;
  • A família deve sempre manter atualizado o Cadastro Único (pelos menos, a cada 24 meses).

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.