Consulta ao CPF está disponível para prevenção ao bloqueio do Bolsa Família

A consulta ao CPF dos inscritos no Cadastro Único foi liberada e intensificada. Tudo porque, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) já alertou que qualquer erro ou pendência vai causar o bloqueio do Bolsa Família a partir de janeiro do próximo ano. Para se prevenir é importante consultar.

Consulta ao CPF está disponível para prevenção ao bloqueio do Bolsa Família
Consulta ao CPF está disponível para prevenção ao bloqueio do Bolsa Família (Imagem: FDR)

De acordo com o MDS, o bloqueio do Bolsa Família será uma consequência para cidadãos que estão com CPF irregular no Cadastro Único. Até que seja feita a correção junto à Receita Federal, o pagamento deste benefício e até mesmo de outros, fica suspensa. Por isso a importância da consulta ao CPF. 

Quais erros no CPF podem causar bloqueio do Bolsa Família?

As informações do MDS indicam que erros do cidadão quanto a regularização do seu documento, ou falhas nos dados inscritos no Cadastro Único, são razões para o bloqueio do Bolsa FamíliaA Pasta listou o que pode causar o bloqueio do Bolsa Família:

  • CPF suspenso, cancelado ou com divergência de titularidade na Receita Federal;
  • CPF com inconsistência de dados no CadÚnico.

O governo federal vai notificar o público por meio do App do Bolsa Família e do Caixa Tem. No entanto, por precaução todos podem fazer a consulta ao CPF de forma online.

Consulta ao CPF para evitar bloqueio no Bolsa Família

A consulta ao CPF acontece no site da Receita Federal, onde é possível verificar qual a situação atual do seu documento, e se existem erros. Funciona assim:

  • Acesse o site da Receita Federal;
  • Clique em “Meu CPF”, em seguida “Consultar CPF”;
  • Insira o número do documento e a data de nascimento do titular;
  • Clique em “Consultar”, gerando o comprovante de situação cadastral do CPF.

Caso hajam irregularidades é preciso procurar uma unidade da Receita Federal. Se o erro for no Cadastro Único a atualização precisa ser feita presencialmente no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social).

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]