Governo do Recife lança programa de qualificação profissional para os moradores de rua

O governo do Recife, em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) lançou o Programa Pão e Letra. O projeto vai conceder bolsas de estudos entre 200 e 600 Reais para usuários dos serviços da Assistência Social voltados para a população em situação de rua. Entenda.

Governo do Recife lança programa de qualificação profissional para os moradores de rua
Governo do Recife lança programa de qualificação profissional para os moradores de rua. Imagem: FDR

A iniciativa é da Secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas. A ideia consiste em conceder bolsas à pessoa em situação de rua selecionada.

O objetivo da bolsa de estudos é ser um suporte material para que este segmento populacional retorne à sala de aula.

Como participar do programa do governo do Recife?

A pessoa em situação de rua deverá já ser usuária dos serviços municipais da assistência social voltados para essa população. O Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas), os Centros Pop, as casas de acolhimento institucional e o Abrigo Noturno Irmã Dulce são exemplos.

Além disso, é preciso ter mais que 18 anos e possuir ou ter dado entrada na solicitação de documentos de identificação.

O programa também prevê que as bolsas concedidas busquem contemplar pessoas com deficiência (PCD). Além de autodeclaradas negras e mulheres, cisgênero e transgênero.

Veja as subdivisões do programa:

  • Uma vez inserido como Iniciante, o educando participará de aulas de letramento ministradas por profissionais do Programa de Educação Tutorial (PET). Nesta modalidade, o valor da bolsa de estudos será de R$ 200;
  • Já como Estudante, o educando terá passado pelas aulas iniciais de letramento e será encaminhado à Educação para Jovens e Adultos (EJA). Nesta modalidade, a bolsa é no valor de R$ 300;
  • Enquanto Multiplicador, considera-se que o participante já terá concluído os estudos. Neste caso, o valor da bolsa será de R$ 600.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].