Valor do benefício do INSS pode aumentar a partir destas revisões; confira

Você, beneficiário, sabia que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode ter seus valores aumentados? Isso porque o repasse passa por revisões, que tendem a acrescentar ao montante já disponibilizado em forma de benefício. Veja detalhes.

Valor do benefício do INSS pode aumentar a partir destas revisões; confira
Valor do benefício do INSS pode aumentar a partir destas revisões; confira. Imagem: FDR

Pelo menos 37 milhões de pessoas recebem algum benefício vindo do INSS, segundo dados da Previdência Social. Os valores são creditados na conta corrente ou poupança do cidade.

Quem tem direito à revisão do INSS?

  • Todo cidadão que recebe um benefício do INSS pode pedir revisão desde que haja erro na renda;
  • A correção pode ser solicitada em até dez anos após a concessão, prazo chamado de decadência;
  • O prazo começa a contar um mês depois do recebimento do primeiro benefício;
  • O pedido de revisão feito antes do prazo de dez anos congela a decadência;
  • Segundo especialistas, é preciso especificar o tipo de correção que deve ser feita no benefício; pedidos genéricos tendem a ser negados pelo INSS e na Justiça;
  • Na Justiça, em geral, quem erra a solicitação e recebe resposta negativa não consegue mais discutir o direito.

Saiba detalhes sobre o pedido de revisão

  • A revisão pode ser solicitada no Instituto ou na Justiça;
  • O pedido é feito à distância, pela central telefônica 135 ou no aplicativo ou site Meu INSS, que pode ser baixado nas lojas Play Store (Android) e App Store (iOS);
  • É preciso ter cadastro no Portal Gov.br para conseguir o acesso no celular e no site;
  • Na Justiça, a ação de até 60 salários mínimos pode ser proposta sem o auxílio de um advogado, no Juizado Especial Federal;
  • No entanto, será preciso nomear um defensor em até dez dias caso o Instituto recorra;
  • Ações de valor maior devem ser solicitadas na vara previdenciária, com um advogado para dar entrada no pedido.

Como pedir a revisão?

  1. Acesse meu.inss.gov.br
  2. Clique em “Entrar com gov.br”
  3. Informe o CPF e vá em “Avançar”
  4. Digite sua senha e clique em “Entrar”
  5. Onde se lê “Do que você precisa”, escreva: “Revisão”

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].