Prêmio da Mega da Virada aumenta para R$ 570 milhões; veja como apostar

A Mega da Virada acaba de ficar ainda mais interessante com o aumento do valor do prêmio sorteado. Como o prêmio não acumula, alguém vai se tornar um milionário no próximo dia 31 de dezembro, quando acontece o sorteio.

Prêmio da Mega da Virada aumenta para R$ 570 milhões; veja como apostar
Prêmio da Mega da Virada aumenta para R$ 570 milhões; veja como apostar (Imagem: FDR)

 

O sorteio da Mega da Virada que já era interessante acaba de ficar ainda melhor após o aumento do prêmio para R$ 570 milhões. Com isso, a loteria bate um novo recorde com a maior premiação da história. O recorde anterior foi de 2022, quando o prêmio chegou a R$ 541,9 milhões e cinco pessoas ganharam R$ 108,38.

O sorteio da maior loteria do país acontece às 20h do próximo dia 31 de dezembro e será transmitido por diversas emissoras.

Como apostar na Mega da Virada?

  • A forma mais tradicional é fazer a aposta presencialmente em uma lotérica da Caixa.
  • Nesse caso, basta pegar o volante da loteria e marcar os seis números que você pretende jogar.
  • A aposta tem o valor de R$ 5.
  • Você pode escolher mais de seis números, suas chances aumentarão, mas, o valor da aposta também será maior.
  • Também é possível participar de um bolão com pessoas conhecidas ou de um organizado pela própria lotérica.
  • Ou ainda da surpresinha, modalidade em que o próprio sistema seleciona os números para o apostador.
  • Na Mega da Virada não é utilizada a teimosinha, afinal, é realizado apenas um sorteio.
  • Caso ninguém acerte na faixa principal, com 6 números, o prêmio vai para a 2ª faixa, com 5 acertos, e assim por diante de acordo com as regras até que um ganhador seja encontrado.
  • Também é possível apostar pela Loteria Online.
  • Para apostar nessa e nas demais loterias da Caixa é necessário ter mais de 18 anos de idade.

Caso apenas uma pessoa acerte os números e leve todo o prêmio, se ele aplicar o valor na Poupança Caixa, terá um rendimento no primeiro mês de R$ 3,4 milhões.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.