Exigências para se aposentar pelo INSS serão DIFERENTES em 2024; entenda o que muda

Com a chegada no novo ano, os trabalhadores formais brasileiros precisarão passar a cumprir novas exigências para conseguir obter a aposentadoria pelo INSS. As mudanças acontecem por conta da Reforma da Previdência, que está em vigor desde 2019.

Exigências para se aposentar pelo INSS serão DIFERENTES em 2024; entenda o que muda
Exigências para se aposentar pelo INSS serão DIFERENTES em 2024; entenda o que muda. (Imagem: FDR)

Desde então, as regras para obter a aposentadoria pelo INSS vem sendo modificadas. Para reduzir o impacto na vida dos trabalhadores, as mudanças estão sendo realizadas de forma gradual.

Dessa forma, a cada ano, a regra é modificada até atingir sua versão final. A previsão do INSS é de que isso aconteça apenas em 2033. Até lá, os trabalhadores deverão enfrentar alterações.

Saiba o que muda para a aposentadoria do INSS em 2024:

  • Regra de transição prevê aumento da idade mínima para aposentadoria;
  • Mudança afetará tanto homens quanto mulheres;
  • Para eles, a idade mínima passará a ser de 65 anos;
  • Enquanto para elas, exigência será de 62 anos de idade;
  • Além disso, o tempo mínimo de contribuição também será modificado;
  • Para homens, será preciso comprovar que contribuiu com a previdência por, no mínimo, 35 anos;
  • Enquanto para as mulheres a exigência passará a ser de 30 anos;
  • As regras são válidas para os trabalhadores que começaram a trabalhar depois de 2019, ano em que a reforma foi aprovada;
  • Para os que já contribuíam com o INSS, o cálculo é realizado por pontos;
  • O direito a aposentadoria é obtido quando a soma atinge 101 pontos no caso dos homens;
  • Já para as mulheres, a exigência é de 91 pontos;
  • Os pontos são obtidos por meio da soma das idades e do tempo de contribuição;
  • Por exemplo, para se aposentar em 2024, uma mulher precisará ter 61 anos de idade mais 30 anos de contribuição;
  • Mesmo formato de cálculo deve ser realizado pelos homens.

Confira outras informações sobre os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.