Empréstimo liberado para MEI com valor de até R$ 20 mil; entenda as condições para saque

Entre os benefícios de ser um Microempreendedor Individual (MEI) no Brasil é a possibildiade de ter empréstimos bancários facilitados. Para isso, no entanto, é preciso estar em dia com as taxas e contar com dados de cadastro atualizados. Veja como ter acesso ao repasse.

Empréstimo liberado para MEI com valor de até R$ 20 mil; entenda as condições para saque
Empréstimo liberado para MEI com valor de até R$ 20 mil; entenda as condições para saque. Imagem: FDR

Dentro das possibilidades, recentemente, o BNDES anunciou a liberação de uma modalidade de empréstimo voltada especificamente para esse público. Por meio do microcrédito, o MEI pode garantir até R$ 20 mil como capital de giro.

Veja como solicitar empréstimo para MEI

  • Para realizar o pedido de concessão de crédito, o microempreendedor deverá comparecer até um agência do banco para realizar o pedido;
  • Outra opção é realizar a abertura da solicitação online;
  • Pedido também pode ser feito online, por meio do Canal MPME, que está disponível neste link;
  • Em ambos os casos, o MEI deverá comprovar que exerce uma atividade considerada de pequeno porte;
  • Além disso, no momento do pedido, ele deverá informar qual a finalidade do empréstimo, o valor que pretende solicitar, o faturamento que possui e o CNPJ da empresa;
  • Dinheiro pode ser usado como capital de giro para compra de equipamentos, reformas ou incrementos que auxiliem na expansão do negócio;
  • Atualmente, a taxa cobrada pela instituição financeira é negociada entre o gerente e o microempreendedor;
  • No entanto, o teto para essa cobrança é fixado em 4%;
  • O índice já leva em consideração todos os encargos cobrados pela realização da operação de crédito;
  • Além disso, o agente operador também pode efetuar uma cobrança pela abertura de crédito;
  • Nesse caso, a taxa também possui um valor máximo, fixado pelo banco em 3% do valor total do crédito concedido ao microempreendedor;
  • O banco não exige garantias legais para efetuar a liberação do crédito;
  • Dessa forma, a concessão é chamada de “voluntária”, tendo em vista que o BNDES tem como objetivo principal fomentar a oferta de crédito para empreendedores no país.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].