Bolsa Família de dezembro ganha três valores adicionais surpreendendo beneficiários

O Bolsa Família de dezembro já está em vigor contemplando milhares de famílias vulneráveis. Neste mês, o benefício conta com um diferencial, pagando três valores adicionais e surpreendendo os beneficiários. Descubra mais a seguir!

Bolsa Família de dezembro ganha três valores adicionais surpreendendo beneficiários
Bolsa Família de dezembro ganha três valores adicionais surpreendendo beneficiários. (Imagem: FDR)

Originalmente, o Bolsa Família de dezembro paga parcelas no valor mínimo fixado em R$ 600. Contudo, o diferencial do atual calendário se refere aos pagamentos do Benefício Primeira Infância; Variável Familiar e Vale-Gás Nacional. 

O Benefício Primeira Infância paga um bônus de R$ 150 para até duas crianças de zero a seis anos de idade que façam parte de famílias beneficiárias do Bolsa Família de dezembro. O Benefício Variável Familiar concede um extra de R$ 50 a jovens na faixa etária de sete a 18 anos, gestantes e lactantes. 

Por fim, o famoso Vale-Gás, retornou em dezembro após breve pausa de um mês, liberando as últimas parcelas do ano. O benefício ainda equivale a 100% do preço médio nacional do botijão de gás de 13kg. A estimativa de pagamento para este mês gira em torno de R$ 110. 

O titular do Bolsa Família de dezembro que conseguir acumular os três valores adicionais mencionados acima, receberá uma parcela superior a R$ 1 mil. Abaixo você confere as regras de elegibilidade e composição do programa social. 

Composição do Bolsa Família de dezembro

Até que novos valores sejam definidos, o Governo Federal mantém a composição atual para o Bolsa Família da seguinte forma:

  • Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por pessoa da família.
  • Benefício Complementar (BCO): Garante que todas as famílias beneficiadas recebam, no mínimo, R$ 600.
  • Extraordinário de Transição (BET): Garante que todos os beneficiários não recebam valores menores do que recebiam no programa anterior, o Auxílio Brasil. O pagamento está confirmado até maio de 2025.
  • Benefício Primeira Infância (BPI): R$ 150 a mais por criança de zero a sete anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar (BVF): R$ 50 pagos a mais para gestantes e crianças/adolescentes de 7 a 18 anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): R$ 50 pagos para cada membro da família com até sete meses incompletos (nutriz), com início das transferências em setembro.

Quais são as regras do Bolsa Família de dezembro?

As famílias devem cumprir compromissos nas áreas de saúde e de educação. São elas:

  • Realização do acompanhamento pré-natal;
  • Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • Realização do acompanhamento do estado nutricional das crianças menores de 7 anos;
  • Frequência escolar mínima de 60% para as crianças de 4 a 5 anos, e de 75% para os beneficiários de 6 a 18 anos incompletos que não tenham concluído a educação básica;
  • A família deve sempre manter atualizado o Cadastro Único (pelos menos, a cada 24 meses).

Calendário do Bolsa Família de dezembro

  • NIS final 1: 11 de dezembro;
  • NIS final 2: 12 de dezembro;
  • NIS final 3: 13 de dezembro;
  • NIS final 4: 14 de dezembro;
  • NIS final 5: 15 de dezembro;
  • NIS final 6: 18 de dezembro;
  • NIS final 7: 19 de dezembro;
  • NIS final 8: 20 de dezembro;
  • NIS final 9: 21 de dezembro
  • NIS final 0: 22 de dezembro.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.