FIM da Uber? Ministério Público anuncia medida problemática para os motoristas do app

A Uber está próxima do seu fim em solo brasileiro? De acordo com o Ministério Público, esta possibilidade é real. Os trabalhadores do nicho estão preocupados pois esta chance está próxima de acontecer. Entenda melhor o caso e compartilhe com o seu colega de profissão.

Motoristas de transportes por aplicativo ficam ISENTOS de pagar taxa por quilômetro em SP
FIM da Uber? Ministério Público anuncia medida problemática para os motoristas do app (Imagem: FDR)

A Uber é consumida por milhões de brasileiros que costumam solicitar viagens no app. Além disto, a plataforma também conta com milhões de cidadãos que exercem a sua profissão com a ajuda da plataforma. Portanto, o fim deste aplicativo geraria uma série de repercussões negativas para os trabalhadores.

Isto é o que pode acontecer com os cidadãos de Belo Horizonte. A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE-MG) solicitou, com ação imediata, a suspensão dos serviços prestados pela Uber. A empresa de transporte de pessoas deve suspender as suas atividades por tempo indeterminado.

Confira mais detalhes e o motivo que causou a suspensão da Uber

De acordo com ofício enviado ao Ministério do Trabalho de Minas Gerais, o serviço deve ser suspenso devido ao alto nível de acidentes de trânsito causados envolvendo motoristas e pilotos da plataforma. Veja o que foi alegado em ofício enviado à Prefeitura de Belo Horizonte e também à Câmara Municipal:

“…regulamentem o serviço ou encontrem solução conjunta para diminuir a quantidade alarmante de acidentes, inclusive com vítimas fatais…”

Existe a previsão de uma reunião entre as partes para que haja a solução sem a suspensão do serviço. Isto deverá impactar uma grande gama de trabalhadores que recebem a sua renda através do app. Portanto, uma resolução deverá ser atingida onde a maioria dos cidadãos vinculados não serão penalizados.

A Uber é alvo de ponto de atenção para o governo federal. O ministério do trabalho está buscando formas de legalizar todos os cidadãos que exercem a sua profissão via aplicativo de transportes. Para mais informações sobre esta possível alteração, clique aqui e saiba mais.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].