Bolsa Família: descubra quem foi suspenso e se há como recuperar auxílio

Pelo menos 8,32 milhões de famílias foram bloqueadas do Bolsa Família, entre março e novembro deste ano, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Isso significa que estas pessoas perdem o direito de continuar recebendo o auxílio, mas com possibilidade de defesa.

Bolsa Família: descubra quem foi suspenso e se há como recuperar auxílio
Bolsa Família: descubra quem foi suspenso e se há como recuperar auxílio (Imagem: FDR)

As informações do Ministério do Desenvolvimento Social são de que as pessoas que não cumprem mais com os requisitos de acesso ao Bolsa Família, foram bloqueadas. Para encontrar os irregulares foi feito o pente-fino nos dados disponíveis no Cadastro Único.

Segundo o poder público, no mesmo período de março a novembro, 2,66 milhões de novos beneficiários foram inclusos no programa. Para inclui-los foi realizada a busca ativa em que foram selecionadas pessoas que tinham o direito de receber o benefício, mas ainda estavam fora do programa.

Quem foi bloqueado do Bolsa Família?

De acordo com informações do MDS, ocorreu o processo de correção e qualificação dos registros das famílias inscritas no Cadastro Único. A ideia foi cruzar dados com outras plataformas, a fim de entender qual a realidade dos inscritos e se eles realmente teriam direito de receber o Bolsa Família.

Foi a partir disso que descobriu-se dois pontos importantes que resultaram no bloqueio dos benefícios:

  • Inconsistência de renda (acima do permitido);
  • Inconsistência da composição familiar (com mais ou menos membros sendo mencionados como da mesma família).

Como desbloquear o Bolsa Família?

Existe a possibilidade de desbloquear o pagamento do Bolsa Família, mas para isso é necessário cumprir com alguns compromissos. Os erros foram encontrados no Cadastro Único, logo para o desbloqueio basta ajustar as informações que foram compartilhadas nesta base.

  • O titular do benefício, representante da família, deve comparecer até o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social);
  • Atualizar os dados relativos a família, endereço, renda e outros;
  • Aguardar a nova chamada para ser reinscrito no programa, ou apenas desbloquear o benefício.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]