Veja 6 golpes comuns na Black Friday e saiba como evitá-los

Tradicional no varejo brasileiro, a Black Friday acontecerá no dia 24 de novembro. Na data, diversas lojas deverão oferecer descontos significativos em seus produtos. No entanto, é comum que golpistas aproveitem do período para aplicar novas fraudes. Confira como evitar golpes durante as compras.

Veja 6 golpes comuns na Black Friday e saiba como evitá-los
Veja 6 golpes comuns na Black Friday e saiba como evitá-los. (Imagem: FDR)

De acordo com um levantamento, as fraudes online costumam registrar uma alta de até 82% durante o período. Um dos golpes mais comum é o de sites com ofertas falsas, no entanto, outras tentativas de fraudes também são aplicadas.

Confira os golpes mais comuns durante a Black Friday

  • Cupons falsos: Para possibilitar descontos durante o período de promoções, muitas lojas oferecem cupons. No entanto, alguns golpistas aproveitam da prática para se aproveitar do consumidor. Por isso, ele deverá desconfiar caso precise inserir informações pessoais para receber o cupom;
  • Sites falsos: Se passando por grandes lojas varejistas, os fraudadores criam sites falsos que são semelhantes aos originais. Para verificar a autenticidade, o consumidor precisa verifique se o endereço eletrônico é iniciado com “https://”;
  • Phishing por WhatsApp: Nesse caso, os golpistas enviam notificações falsas por WhatsApp ou SMS se passando pela conta oficial da empresa. O consumidor também deve desconfiar e evitar repassar informações pessoais ou clicar em links desconhecidos;
  • E-mails falsos: Nesse golpe, o cliente costuma receber um e-mail confirmando uma compra que não foi realizada. Na mensagem, os golpistas apresentam a opção de cancelamento. No entanto, a orientação é que o cliente entre em contato diretamente com a instituição bancária para confirmar a informação;
  • Pix falso: A fraude consiste no desvio de pagamentos via pix. Nesse caso, um vírus costuma ser instalado na máquina. Por meio dele, os golpistas modificam o destinatário do código pix. Assim, o consumidor deve sempre confirmar se está realizando o pagamento para a conta correta antes de efetuar a operação.
  • Promoções enganosas: Outra prática comum é o aumento dos preços dos produtos dias antes da Black Friday, com a redução na data da promoção. Dessa forma, o consumidor não obtêm nenhum desconto efetivo, mesmo que ele seja sinalizado pela loja. Para se prevenir, é essencial que ele realize uma pesquisa de preços antes de concluir a compra.

Confira mais informações sobre como evitar golpes neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.