Dívidas pelo FIES são renegociadas com descontos INÉDITOS; saiba como

Começou na terça-feira (7) o programa de negociação de dívidas pelo FIES (Fundo de Financiamento Estudantil). Há descontos especiais para quem comprovar que vive em situação de baixa renda. Os acordos estão sendo firmados de forma presencial e exclusivamente em bancos públicos. 

Dívidas pelo FIES são renegociadas com descontos INÉDITOS; saiba como
Dívidas pelo FIES são renegociadas com descontos INÉDITOS; saiba como (Imagem: FDR)

Quando contratou o financiamento para concluir o curso superior, com certeza o estudante não previa que contrairia dívidas pelo FIES. O valor que foi emprestado pelo governo federal precisa ser pago logo após a formatura, mas para muitas pessoas outras despesas acabam impedindo o pagamento em dia das parcelas.

Diante do saldo devedor de R$ 54 bilhões, com 1,2 milhões de contratos em situação de inadimplência, segundo o Ministério da Educação, o governo resolveu se posicionar. Foi então que no início deste mês de novembro houve o lançamento do Desenrola Educação, voltado as dívidas somadas no FIES.

Descontos liberados na negociação de dívidas pelo FIES

Os descontos concedidos na negociação de dívidas pelo FIES vão depender do perfil de quem vai negociar. Até mesmo aqueles que estão com todas as parcelas em dia têm a opção de reformular os seus créditos, mas os descontos maiores são dados há quem tem mais tempo de dívida.

  • Para débitos vencidos e não pagos por mais de 90 dias, em 30 de junho de 2023:
    • desconto de até 100% sobre encargos (juros e multas) e de 12% sobre o valor financiado pendente para pagamento à vista;
    • parcelamento em até 150 vezes mensais e sucessivas do valor financiado pendente, com desconto de 100% dos encargos, mantidas as demais condições do contrato (as garantias e eventuais taxas contratuais). 
  • Estudantes com débitos vencidos e não pagos por mais de 360 dias, em 30 de junho de 2023, que estejam inscritos no CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021:
    • desconto de até 99% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais. 
  • Estudantes com débitos vencidos e não pagos por mais de 360 dias, em 30 de junho de 2023, que não estão no CadÚnico nem receberam o Auxílio Emergencial em 2021:
    • desconto será de até 77% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas. 

Fique por dentro de todas as novidades sobre o ensino público do país, clicando aqui! 

Onde negociar as dívidas pelo FIES

A negociação acontece exclusivamente nos dois bancos públicos principais do país:

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]